Websérie no Facebook quer empoderar mulheres negras; conheça a “Empoderadas”

Uma websérie super bacana está rolando no Facebook e tem um objetivo maravilhoso: empoderar mulheres negras.

Através de depoimentos de mulheres negras diversas, as duas cineastas, Renata Martins e Joyce Prado, que também são negras, querem dar visibilidade a histórias que são pouco contadas; e incentivarem outras mulheres a quebrarem as barreiras do racismo, além de resgatarem a autoestima delas. No ar desde maio, serão 14 episódios, exibidos até novembro deste ano.

O projeto “Empoderadas” nasce da necessidade de humanização em torno da identidade da mulher negra. Um espaço onde poderão relatar seus processos criativos, produtivos, medos e desejos. Mulheres que sempre tiveram partes dos seus corpos exploradas, serão apresentadas por inteiro. Em dia de celebração de assinatura do papel, nós ressignificamos o 13 de maio, quebramos as correntes e a partir daí, ouvimos e contamos outras e novas histórias. Dirigido por Joyce Prado, Cris Mendonça e Ana Paula Xongani nos contam no primeiro episódio um pouco sobre os desafios de construir e consolidar uma marca, uma confecção mais que isso, uma forma de contribuir para elevação da autoestima da mulher negra, sem perderem a ancestralidade e ética ao longo do caminhar.

Posted by Empoderadas on Quarta, 13 de maio de 2015

“Nós estamos em todos os espaços. Tem mulheres negras na elite, periféricas, dançarinas, bailarinas… Enfim, há mulheres negras que fazem milhões de coisas lindas”, conta Renata Martins em entrevista à Rede TVT. De fato, mulheres negras estão em todos os locais, mas não recebem o mesmo reconhecimento por seus trabalhos. “As mulheres que assistem, muitas se identificam com a história de outras; e vem, assim, a possibilidade de mudarem suas próprias histórias”, afirma Joyce Prado.

Ana Paula Xongani, dona de uma grife com seu nome, foi uma das personagens da série ‘Empoderadas‘, e revela à Rede TVT já ter sido inspiração para uma jovem menina negra de 14 anos. “Eu estava num evento e ela foi me conhecer, e falou ‘você é a diva que eu quero ser'”. A princípio assustada, Ana Paula, depois, ficou feliz com o elogio. “Que legal a gente poder ser referência”.

Com a websérie, Renata Martins e Joyce Prado querem vencer os estereótipos criados em cima da mulher negra. “Ao longo da história, ela foi construída a partir de um olhar de um desejo. Então essa mulher negra está no samba, nas novelas como objeto sexual… Essa mulher negra não está no espaço de pensamento”, comenta Renata. “Uma questão ideológica mesmo. Se  a gente não vê, não existe”.

E é contra esse apagamento que a ‘Empoderadas’ bate de frente. “A partir do momento que a gente invisibiliza essas mulheres, a gente não apresenta para outras mulheres a possibilidade de ascensão”, afirma Renata em sua entrevista. E representatividade, como sabemos, é muito importante, pois empodera, fortalece autoestima e possibilita a quebra de paradigmas e estereótipos.

Após o sucesso do primeiro episódio lançado no dia 13 de maio e protagonizado pelas empreendedoras Cris Mendonça e Ana Paula Xongani. Estreia hoje o segundo episódio de Empoderadas com a atriz Thais Dias e direção de Renata Martins.A atriz, integrante do grupo Coletivo Negro, narra o processo de percepção de sua negritude, do seu corpo e como este por si só já traz contornos, subjetividades e muitas histórias. Segundo ela, essa ausência de sensibilidade no que tange a representação dos negros no teatro, não é por acaso e nem por desconhecimento. Há uma construção, aparentemente, silenciosa capaz de manter as estruturas tais como sempre foram. Gratidão a entrevistada!! Confira, agora, #EmpoderadasThaisDias !!

Posted by Empoderadas on Quarta, 27 de maio de 2015

“Talvez a gente tenha, no futuro, uma sociedade mais igualitária, mais justa, mais digna de opiniões, de multiplicidade de olhares”. É o que espera Renata Martins. E com esse projeto incrível, mais e mais histórias de mulheres negras poderão ser reescritas.

Para acompanhar a websérie, confira a página no Facebook ‘Empoderadas‘.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *