Susan Sarandon e Geena Davis acreditam que ‘Thelma & Louise’ não seria filmado em 2016: “Talvez uma animação?”

  18. maio 2016   Cinema   0

Já se passaram 25 anos desde o lançamento de “Thelma & Louise”, filme do diretor Ridley Scott, protagonizado pelas atrizes Susan Sarandon e Geena Davis. As duas vivem as amigas que deixam suas vidas para trás e partem em uma viagem e se metem em confusões. Essa é uma das raras produções em que ao invés de homens, vemos mulheres pegando um carro, armas e vivendo aventuras.

Em 2016, as duas voltaram a se encontrar, não em um set de filmagem, mas no Festival de Cannes, onde foram homenageadas com o prêmio Women in Motion (“Mulheres no Cinema”), por suas contribuições à indústria cinematográfica e à causa feminina. Na França, elas participaram de um bate-papo promovido pela revista Variety e a marca Kering, e falaram sobre o longa e a atual situação das mulheres em Hollywood.

“Depois de ‘Thelma & Louise’, era esperado que houvesse mais filmes estrelados por mulheres. Ele fez muito dinheiro, mas isso não aconteceu”, criticou Susan Sarandon.

Geena Davis lembrou que a expectativa era a mesma quando foi lançada a franquia de “Jogos Vorazes” ou “Mamma Mia”, contudo, filmes protagonizados por mulheres ainda não estão na mesma proporção de filmes estrelados por homens. De todos os personagens com fala no cinema, apenas 30% são mulheres. “Acho que precisamos parar de dizer: ‘esse [filme] vai mudar tudo’ até que se mude de verdade. Se você não consegue mensurar a mudança, então ela não aconteceu mesmo.”

A atriz continuou dizendo que, embora leve anos para que as mulheres sejam metade do congresso e metade em cargos de liderança, elas podem ser metade do elenco em filmes. “O próximo longa pode ter um balanço de gênero. O próximo seriado pode ter uma metade de mulheres e ser bem diverso. Nós não precisamos ser lentos nisso. Nós só precisamos decidir que faremos isso.”

Geena ainda ofereceu um conselho: ao pegar a lista de personagens, troque os nomes masculinos por femininos, e onde estiver escrito ‘grupos de pessoas’, coloque uma vírgula e acrescente: metade são mulheres. “Muitos personagens poderiam ser mulheres, mas as pessoas não pensam nisso. O padrão é sempre o homem.”

Susan ainda criticou o fato de que a indústria cinematográfica é comandada por homens, os quais acabam deixando de produzir filmes e atrações protagonizadas por mulheres. “Há ainda muitos homens tomando essas decisões”, ela disse.

A paridade de gênero se tornou um assunto cada vez maior em Hollywood. Atrizes têm se manifestado em diversos assuntos, que vão desde salários mais baixos do que os homens, passando por racismo, até situações vexatórias, como ser exigido a elas serem magras e usarem roupas mais curtas e justas. Atrás das câmeras, elas representam apenas 7% dos cargos de direção, o que levou uma agência federal a investigar a situação.

E avaliando a situação atual, as atrizes acreditam que “Thelma & Louise”, filme que foi indicado a seis prêmios Oscar, incluindo Melhor Atriz para as duas protagonistas, não seria feito em 2016. “Talvez uma animação?”, questionou Susan Sarandon.

Ainda sobre o longa, a atriz lembrou que o filme foi vendido como uma ‘comédia leve’, mas que incomodou as pessoas mesmo assim. “Muitos ficaram ofendidos com ele, porque ver mulheres com aquelas opções enfureceu as pessoas. De repente, fomos acusadas de sermos lenientes com suicídio, o que era ridículo”, recorda. “Não posso dizer que estávamos fazendo um filme feminista. Estávamos fazendo um filme de amigas, onde tínhamos poder e escolhas, mas com certeza eu não previ que ele seria tal afronta. Voltamos a esse cenário masculino, branco e heterossexual que sempre existiu. De verdade, estávamos apenas nos divertindo.”

Ela finalizou afirmando que é preciso que o cinema foque em histórias diversas, não restringindo-se apenas a histórias de homens brancos.

“O mais importante é contar histórias que você se sinta apaixonado. E elas são sobre diferentes pessoas.”


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *