Série de vídeos ensina sobre consentimento

Série de vídeos utiliza casais hétero e homossexuais para ensinar consentimento

Existe algo fundamental na hora do sexo: consentimento. É preciso que todas as partes envolvidas no ato sexual estejam dispostas a realizá-lo, sempre respeitando os limites de cada um, e sem forçar ninguém a nada.

E embora isso devesse ser algo básico de ser entendido, infelizmente ainda não é. Prova disso são as várias campanhas contra estupro que vem acontecendo. Na semana passada, a cantora Lady Gaga soltou o clipe “Till It Happens To You”, alertando sobre a violência sexual contra as mulheres nas universidades americanas. Ainda nos Estados Unidos, a Casa Branca fez um vídeo sobre a importância do consentimento para o sexo.

Para reforçar essa mensagem tão necessária, a Planned Parenthood, organização sem fins lucrativos que educa sobre educação sexual e direitos reprodutivos da mulher, fez uma série de vídeos sobre consentimento. “Consentimento significa que ambas as partes estão verdadeiramente a fim do que está acontecendo. Isso significa que ninguém será culpado ou pressionado a fazer algo”, explica o apresentador. O “não” pode e deve ser dito em qualquer momento em que a pessoa envolvida não esteja confortável com o que está sendo feito.

“Silêncio não é igual a consentimento. Algumas pessoas pensam que não é estupro, a menos que tenha luta, gritos ou alguém berrando ‘não’. Mas isso não é verdade.” A linguagem corporal também é destacada, pois transmite ao par o que a pessoa está sentindo, mesmo não sendo expresso em palavras. “Você precisa prestar atenção em TODOS os sinais”.

Para ilustrar as situações, a Planned Parenthood traz casais hétero e homossexuais, e lembra da importância da camisinha e o respeito pela individualidade e limites do parceiro. Pedir consentimento, como é dito, não precisa ser algo esquisito, mas algo que pode esquentar o clima entre as partes envolvidas. “Quer me mostrar seu quarto?” e “Mostre-me onde quer que eu toque” podem ser guias interessantes para um sexo seguro e gostoso para todos. Os vídeos também reafirmam o óbvio: pessoas bêbadas ou drogadas não são capazes de consentir.

Confira abaixo a série, com situações que ilustram situações reais de qualquer casa. Comunicação é a chave. Use-a sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *