DEAUVILLE, FRANCE - SEPTEMBER 07:  Ryan Coogler pose with his prize for the film "Fruitvale Station" during the 39th Deauville American Film Festival on September 7, 2013 in Deauville, France.  (Photo by Francois Durand/Getty Images)

Ryan Coogler realiza evento de caridade para população de cidade de Flint, afetada por crise hídrica

Hoje acontece a anual entrega do Oscar, em Los Angeles, mas em Flint, no Michigan, um outro evento acontece no mesmo horário, o #JUSTICEFORFLINT, uma iniciativa do diretor Ryan Coogler (“Creed – Nascido Para Lutar), o qual é fundador do coletivo que apresentará a cerimônia, o Blackout for Human Rights, cujas ações são voltadas a denunciar violações de direitos humanos nos Estados Unidos.

Desde abril de 2014, os moradores de Flint vivem uma crise hídrica, quando autoridades optaram pelo uso do rio que leva o nome da cidade para abastecer o município, cuja água era altamente corrosiva. Nela, foram encontradas grandes quantidades de chumbo, o que pode estar relacionado ao aumento de uma doença respiratória, que já matou ao menos 10 pessoas, além de causar danos físicos e mentais. Documentos comprovaram o conhecimento das autoridades sobre a situação da água. Segundo o Buzzfeed News, a maioria da população da cidade é negra e pobre.

O objetivo do evento deste domingo em Flint é levar conscientização e arrecadar fundos às vítimas da tragédia. Para quem quiser acompanhar pela internet, a revolt.tv fará a cobertura por streaming. Apresentado pelo comediante Hannibal Buress, além da presença de Ryan Coogler, estarão presentes a diretora Ava DuVernay, a cantora Janelle Monae, o ator Jesse Williams, e outras celebridades. Membros da comunidade da cidade também foram convidados para compartilhar suas experiências.

“Com o evento beneficente #JUSTICEFORFLINT, daremos uma voz aos membros da comunidade que foram vítimas das escolhas de pessoas que estão no poder, pagas para protegê-las, assim como iremos providenciar a elas uma noite de entretenimento, união e cura emocional”, disse Ryan Coogler em um comunicado. “Através do streaming, daremos chance para que as pessoas no mundo todo participem e doem fundos para os programas da juventude de Flint.”

O evento em Flint acontece pouco antes do Oscar, que pelo segundo ano consecutivo deixou de indicar negros e pessoas de outras etnias nas categorias de atuação. Entretanto, segundo Coogler, que não foi indicado por seu filme “Creed”, a data foi escolhida por ser o último domingo de fevereiro, mês em que se comemora as conquistas e a importâncias dos negros na construção da história dos Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *