Os cinco artistas com mais indicações ao Grammy 2017 são negros; poucas mulheres estão nas categorias principais

Os indicados ao Grammy 2017 saíram! Beyoncé lidera nas indicações, seguida por Rihanna, Kanye West, Drake e Chance The Rapper.

Beyoncé lançou um dos trabalhos mais elogiados do ano, o disco “Lemonade”, o qual é uma celebração às mulheres negras, e isso refletiu-se nas indicações ao Grammy Awards, cuja lista dos artistas que concorrerão ao famoso gramofone dourado foi liberada hoje (6).

A cantora recebeu 9 indicações no total, incluindo “Canção”, “Gravação” e “Álbum do Ano”, e tornou-se a artista feminina mais indicada na história da premiação: 62 vezes. E o mais interessante ainda é que, além de Queen Bey, os outros quatro artistas com mais indicações ao Grammy 2017 também são negros: Rihanna, Drake e Kanye West possuem 8 cada, enquanto Chance The Rapper tem 7. Ainda assim, a maioria possui indicações em categorias específicas de seus gêneros, como rap e R&B.

Outra artista que se destaca na lista é Adele, que conseguiu 5 indicações com o aclamado (e tão aguardado) “25”, seguida por David Bowie (5), Justin Bieber (4), Kirk Franklin (4), Maren Morris (4) e o produtor Max Martin (4).

Ao que parece, o Grammy 2017 será bem diversificado, mas quando olhamos mais de perto para quem são os indicados, podemos perceber que a história não é bem assim, especialmente para as mulheres e minorias étnicas.

Para ajudar a entender, fiz um recorte sobre gênero e raça nas 4 principais categorias: “Álbum do Ano”, “Gravação do Ano”, “Música do Ano” e “Artista Revelação”. Além disso, com a ajuda de um levantamento feito pelo site Fusion sobre a diversidade dos indicados em toda a história da premiação, dá para se ter uma ideia de quantas mulheres e artistas de minorias étnicas já receberam indicações até o ano de 2016:

‘Álbum do Ano’:

Em ‘Álbum do Ano’, categoria mais importante da premiação, temos duas mulheres concorrendo, Beyoncé e Adele, e dois artistas negros, Beyoncé e Drake. Homens brancos são 3: o duo Twenty One Pilots e o cantor country Sturgill Simpson. A lista é bem equilibrada, apesar de ser relativamente menos diversa do que o ano de 2016, que contou com o grupo Alabama Shakes e o cantor The Weeknd.

Até o ano de  2016: 169 homens brancos, 54 mulheres brancas, 39 homens de minorias étnicas e 27 mulheres de minorias étnicas receberam indicações nessa categoria.

‘Gravação do Ano’:

Já em ‘Gravação do Ano’, temos 3 mulheres na disputa, Beyoncé, Rihanna e Adele, e 4 homens, sendo um deles negro (Drake, que foi indicado por sua colaboração em “Work”, da Rihanna). No ano anterior, nenhuma mulher de minorias étnicas foi indicada nessa categoria.

Até o ano de  2016: 135 homens brancos, 71 mulheres brancas, 41 mulheres de minorias étnicas e 38 mulheres de minorias étnicas receberam indicações nessa categoria.

‘Música do Ano’:

Em ‘Música do Ano’, prêmio concedido aos compositores, é possível perceber a falta de oportunidades e reconhecimento do trabalho das mulheres: somente duas foram indicadas, Adele e Beyoncé, enquanto homens foram 10, sendo 4 deles de minorias étnicas. Infelizmente, é um reflexo da falta de espaço para as mulheres na indústria. De acordo com uma pesquisa feita pelo site Fusion, em 2015, as mulheres escreveram apenas 13,5% das músicas mais populares daquele ano.

Até o ano de  2016: 200 homens brancos, 55 mulheres brancas, 24 homens de minorias étnicas e 16 mulheres de minorias étnicas receberam indicações nessa categoria.

‘Artista Revelação’:

E na categoria ‘Artista Revelação’, há dois homens negros concorrendo, Chance The Rapper e Anderson .Paak, enquanto há dois homens brancos, o duo Chainsmokers, e duas mulheres brancas, Kelsea Ballerini e Maren Morris.

Até o ano de  2016: 116 homens brancos, 82 mulheres brancas, 43 homens de minorias étnicas e 36 mulheres de minorias étnicas receberam indicações nessa categoria.

Confira os indicados para o Grammy Awards:

‘Álbum do Ano’:
“25” – Adele
“Lemonade” – Beyoncé
“Purpose” – Justin Bieber
“Views” – Drake
“A Sailor’s Guide to Earth” – Sturgill Simpson

‘Gravação do Ano’:
“Hello” – Adele
“Formation” – Beyoncé
“7 Years” – Lukas Graham
“Work” – Rihanna feat. Drake
“Stressed Out” – Twenty One Pilots

‘Música do Ano’:
“Formation” — Beyoncé (compositores: Khalif Brown, Asheton Hogan, Beyoncé Knowles & Michael L. Williams II)
“Hello” — Adele (compositores: Adele Adkins & Greg Kurstin)
“I Took a Pill in Ibiza” — Mike Posner (compositor: Mike Posner)
“Love Yourself” — Justin Bieber (compositores: Justin Bieber, Benjamin Levin & Ed Sheeran)
“7 Years” — Lukas Graham (compositores: Lukas Forchhammer, Stefan Forrest, Morten Pilegaard & Morten Ristorp)

‘Melhor Artista Revelação’:
Kelsea Ballerini
The Chainsmokers
Chance The Rapper
Maren Morris
Anderson .Paak

‘Melhor Performance Pop Solo’:
“Hello” — Adele
“Hold Up” — Beyoncé
“Love Yourself” — Justin Bieber
“Piece By Piece (Idol Version)” — Kelly Clarkson
“Dangerous Woman” — Ariana Grande

‘Melhor Performance Pop de Duo ou Grupo’:
“Closer” — The Chainsmokers feat. Halsey
“7 Years” — Lukas Graham
“Work” — Rihanna feat. Drake
“Cheap Thrills” — Sia feat. Sean Paul
“Stressed Out” — Twenty One Pilots

‘Melhor Álbum Vocal Pop’:
“25” — Adele
“Purpose” — Justin Bieber
“Dangerous Woman” — Ariana Grande
“Confident” — Demi Lovato
“This Is Acting” — Sia

‘Melhor Álbum de Rap’:
Chance The Rapper – “Coloring Book”
De La Soul – “And The Anonymous Nobody”
DJ Khaled – “Major Key”
Drake – “Views”
ScHoolboy Q – “Blank Face LP”
Kanye West – “The Life Of Pablo”

‘Melhor Performance de Rap’:
Chance The Rapper feat. Lil Wayne & 2 Chainz – “No Problem”
Desiigner – “Panda”
Drake feat. The Throne – “Pop Style”
Fat Joe & Remy Ma feat. French Montana & Infared – “All The Way Up”
ScHoolboy Q feat. Kanye West – “That Part”

‘Melhor Música de Rap’:
Kanye West feat. Rihanna – “Famous”
Drake – “Hotline Bling”
Kanye West feat. Chance The Rapper, Kelly Price, Kirk Franklin & The-Dream – “Ultralight Beam”
Fat Joe & Remy Ma feat. French Montana & Infared – “All The Way Up”
Chance The Rapper feat. Lil Wayne & 2 Chainz – “No Problem”

‘Melhor Álbum Urban Contemporâneo’:
Beyoncé – “Lemonade”
Gallant – “Ology”
KING – “We Are King”
Anderson .Paak – “Malibu”
Rihanna – “ANTI”

‘Melhor Álbum de Rock’:
Blink-182 – “California”
Cage The Elephant – “Tell Me I’m Pretty”
Gojira – “Magma”
Panic! At The Disco – “Death of A Bachelor”
Weezer – “Weezer”

‘Melhor Performance de R&B’:
BJ The Chicago Kid – “Turnin’ Me Up”
Ro James – “Permission”
Musiq Soulchild – “I Do”
Rihanna – “Needed Me”
Solange – “Cranes In The Sky”

‘Melhor Música de R&B’:
“Come See Me” — PartyNextDoor feat. Drake (compositores: J. Brathwaite, Aubrey Graham & Noah Shebib)
“Exchange” — Bryson Tiller (compositores: Michael Hernandez & Bryson Tiller)
“Kiss It Better” — Rihanna (compositores: Jeff Bhasker, Robyn Fenty, John-Nathan Glass & Natalia Noemi)
“Lake By The Ocean” — Maxwell (compositores: Hod David & Musze)
“Luv” — Tory Lanez (compositores: Magnus August Høiberg, Benjamin Levin & Daystar Peterson)

‘Melhor Álbum de R&B’:
“In My Mind” — BJ The Chicago Kid
“Lalah Hathaway Live” — Lalah Hathaway
“Velvet Portraits” — Terrace Martin
“Healing Season” — Mint Condition
“Smoove Jones” — Mya

‘Melhor Álbum de World Music’:
“Destiny” — Celtic Woman
“Walking In The Footsteps of Our Fathers” — Ladysmith Black Mambazo
“Sing Me Home” — Yo-Yo Ma & The Silk Road Ensemble
“Land of Gold” — Anoushka Shankar
“Dois Amigos, Um Século De Música: Multishow Live” — Caetano Veloso & Gilberto Gil

A lista completa está no site da premiação. A cerimônia de entrega do Grammy acontece no dia 12 de fevereiro de 2017.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.