Os 15 melhores solos de Lea Michele em Glee

  20. abril 2015   POP   0

“Glee” já acabou, mas será um seriado que ficará para sempre em meu coração, como já expliquei aqui. Foi o primeiro seriado onde me vi representado e onde percebi que não estou sozinho no mundo. O seriado fez criar em mim um sentimento de pertencimento, e isso foi ótimo na construção da minha identidade.

Eu sempre me vi meio Blaine, meu personagem preferido, e a Rachel, apesar de que eu sou bem mais introspectivo do que os dois. Aliás, a Lea Michele, que dá a vida para a protagonista da série, é quem mais me encanta quando o assunto é cantar. Ela canta maravilhosamente bem, e eu já perdi as contas de quantas vezes me arrepiei com seus solos. Não foi uma tarefa fácil, mas fiz uma lista com 15 dos melhores solos de Lea em “Glee”.

Será que você concorda comigo? Vamos ver:

15 – Cry:

“Cry”, música da Kelly Clarkson, encerra o episódio 18, da terceira temporada. Nele, Rachel não consegue uma vaga na faculdade que queria, a NYADA, após esquecer a letra de “Don’t Rain On My Parade”, durante sua audição. E, assim como nós, ela transformou sua dor em canção.

14 – Jar of Hearts:

A segunda temporada é a minha preferida, e nela, Lea Michele entregou essa linda versão de “Jar of Hearts”, da cantora Christina Perri, durante o baile de formatura dos veteranos do McKinley High School. Rachel é ótima com baladas e aqui ela canta sua tristeza ao ver seu amado Finn (Cory Monteith) dançando com Quinn (Dianna Agron). Simples e honesta, como a protagonista sempre foi.

13 – Go Your Own Way:

“Go Your Own”, do grupo Fleetwood Mac, ganhou um toque de Rachel Berry, no episódio 19, da segunda temporada. Com uma voz poderosa, temos Lea explorando outro tipo de música. Enquanto a música é sobre deixar o outro livre para seguir seu caminho, parece que ela não estava tão disposta a isso, já que seu ex, Finn, é quem a auxilia na execução da música, tocando a bateria.

12 – Defying Gravity:

Na primeira temporada, episódio 9, temos uma disputa de divas: de um lado Rachel Berry, do outro, Kurt Hummel. Os dois cantam “Defying Gravity”, do musical “Wicked”, pois Will quer usar a música na primeira competição do Glee Club. Acontece que Kurt quer muito cantar a mesma música, o que faz o pai dele, Burt, pedir para que ambos façam uma audição e o melhor levaria o solo. Porém, com medo de que o pai receba mais ofensas homofóbicas por sua causa, o menino desafina, e Rachel leva a melhor.

11 – Let it Go:

https://www.youtube.com/watch?v=jnyw_WhVaTY

O sucesso do filme “Frozen” chega ao seriado na sexta temporada. Lea canta “Let it Go”, música que marca o início de uma nova época em sua vida: ela será técnica do New Directions. A música que é sobre encarar novos desafios, combina com o momento da personagem, que arrasa nos vocais. No filme, a canção possui a voz de Idina Menzel, que foi a mãe de Lea no seriado, e disse ter adorado a versão de sua “filha”.

10 – Being Good Isn’t Good Enough:

É sempre maravilhoso ouvir Lea cantando Barbra Streisand. Na quarta temporada, durante o nono episódio, ela canta “Being Good Isn’t Good Enough”, música que reflete bem as ambições de Rachel, que mostra que seu forte é mesmo cantar e seria um desperdício MESMO ela não seguir essa carreira. Que voz, amigos! Que voz!

9 – Don’t Cry For Me Argentina:

Lea prova, mais uma vez, que pode cantar músicas de qualquer cantora. Na segunda temporada, ela ajuda Kurt na escolha de um solo que ele irá apresentar em sua nova escola. Os dois cantam “Don’t Cry For Me Argentina”, do musical “Evita”, cujo papel principal é de Madonna. Essa é outra música que reforça o narcisismo de Rachel, o que não desqualifica a maravilha que é ouvi-la cantar.

8 – Get it Right:

Após o dolorido término de seu namoro com Finn, Rachel tenta fazer com que os dois voltem, mas o rapaz parece estar confuso ainda. Triste, a protagonista escreve uma música, onde coloca suas dores, assume seus erros e pede perdão. “Get it Right” faz parte do episódio 16, da segunda temporada, onde o New Directions vai à competição Regional de corais. E é ali que Lea canta e encanta uma plateia que a aplaude de pé.

7 – Take A Bow:

“Take A Bow” é o primeiro solo de Lea Michele no seriado, lá atrás, durante o segundo episódio da primeira temporada. Rachel está confusa após Finn não beijá-la, o que a faz pensar que talvez tenha feito algo errado. Pra quem é fã da personagem, essa música é uma das nossas favoritas, não é não?

6 – To Love You More:

“To Love You More”, da Celine Dion, ficou maravilhosa na voz de Lea Michele. Ela canta a música no episódio 22, da quarta temporada, quando fará uma audição para conseguir um papel na Broadway. Brilhante, ela faz uma apresentação intensa, onde a emoção a leva a chorar ao final de sua performance. Mais alguém arrepiado?

5 – It’s All Coming To Me Now:

Vamos combinar que Celine Dion cai como uma luva para a Lea Michele? Na terceira temporada, no episódio 21, Rachel faz um solo com “It’s All Coming Back To Me Now”, na final da disputa de corais. Eu nem precisaria dizer nada, mas ela faz um trabalho primoroso. Sem dúvida, é uma das maiores vozes da nossa geração.

4 – This Time:

https://www.youtube.com/watch?v=ieUPxz25glg

Sexta e última temporada, é impossível não ficar saudosista. E inclua Rachel Berry, que canta “This Time”, música composta por Darren Criss, especialmente para o seriado. A letra sobre lembrar para sempre dos amigos e momentos bons compartilhados, leva Lea a chorar enquanto se despede da série e de tudo o que viveu, mas que sempre estarão presentes em seu coração e memória.

3 – Don’t Rain On My Parade:

Na disputa dos corais, lá no início de Glee, Lea Michele canta “Don’t Rain On My Parade”, do musical “Funny Girl”, estrelado por Barbra Streisand. Rachel dá início à sua performance meio insegura, mas não demora muito para que ela domine o palco e conquiste a plateia que a assiste com sua poderosa voz. A música virou marca da artista-to-be.

2 – Make You Feel My Love:

Pegue o lencinho! “Make You Feel My Love” faz parte do episódio em que o seriado homenageia Cory Monteith, morto naquele mesmo ano. Na série, não sabemos a causa da morte de Finn, mas nem precisa, né? É tudo muito dolorido, onde a gente chora do começo ao final, principalmente com Lea cantando para seu namorado na vida real e no trabalho. Ela chora muito e a sensação que eu tenho é que ela sairia correndo daquela sala para chorar em algum canto. É muito sensível e impossível não se conectar com sua dor.

1 – My Man:

“My Man” é do mesmo musical, “Funny Girl”, e última canção de Barbra Streisand no longa. A canção é escolhida por Rachel para cantar em sua audição para conquistar o solo do New Directions na competição final de corais. No seriado, a música é especial, pois mesmo não namorando Finn, é nele que ela pensa quando canta, o que a leva a chorar – de verdade – durante sua apresentação. E essa voz, né? A gente se arrepia, levanta e aplaude, porque Lea Michele é incrível mesmo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *