O Youtube está bloqueando conteúdo LGBT de sua plataforma no modo restrito

  19. março 2017   Internet   1

A internet é uma ferramenta poderosa para criação e compartilhamento de novas ideias, o que é benéfico para a sociedade como um todo. As minorias, sejam elas negros, mulheres e LGBTs, conseguem chegar a um número muito maior de pessoas e combater preconceitos que não deveriam ter mais espaço no mundo de hoje.

E o Youtube se tornou uma ótima plataforma de disseminação de conteúdo, mas, aparentemente, a rede que se diz ‘a favor da diversidade’ tem bloqueado vídeos feitos sobre orientação sexual e identidade de gênero quando um usuário ativa o ‘modo restrito’, um recurso que filtra conteúdos que podem ser entendidos como “inadequados”.

Ontem (18), uma amiga me mandou o vídeo abaixo, do youtuber Peter Monn, que é abertamente gay, e criticou o Youtube por remover vídeos LGBT do site. E se você ativar o ‘modo restrito’, a obra de Peter desaparece.

Segundo o próprio Google, que comanda o Youtube:

“o modo restrito pode ser usado para ajudar a filtrar conteúdo potencialmente censurável que você não quer ver ou não quer que outras pessoas da sua família vejam enquanto usam o YouTube. Usamos sinalização de comunidade, restrição de idade e outros sinais para identificar e filtrar conteúdo potencialmente inadequado. O modo restrito está disponível em todos os idiomas, mas a qualidade pode variar de acordo com possíveis particularidades culturais”.

Ao saber disso, fiz alguns testes. O Canal das Bee, um dos maiores canais brasileiros no Youtube sobre comportamento LGBT, perde vários vídeos quando o ‘modo restrito’ é ativado. Sem o uso do recurso, podemos ver que o vídeo mais recente do canal é “Em Busca de Beyoncé”, divulgado há uma semana. Contudo, com o recurso, o vídeo mais recente se torna “Update: Bee Ajuda e Curta Metragem”, feito há mais de um mês.

Outros canais LGBT, como o Põe na Roda, Para Tudo e Muro Pequeno, por exemplo, também sofrem com o bloqueio do ‘modo restrito’.

Esse bloqueio de vídeos LGBT é muito problemático, pois ele dá a entender que todo conteúdo com o tema seria impróprio para menores de idade. Como disse a youtuber britânica Rowan Ellis ao Gizmodo, “independente do quão inocente ou não-intencional os motivos sejam, os efeitos não podem ser ignorados”.

Contudo, como a mesma publicação aponta, vídeos de games e técnicas de sono, como o ASMR, também estão sendo bloqueados do Youtube no ‘modo restrito’, e não apenas vídeos LGBT. O Gizmodo ouviu um representante do Google que confirmou que vídeos sobre sexualidade podem sumir no ‘modo restrito’.

“O modo restrito é um recurso opcional usado por uma quantidade bem pequena de usuários que querem ter uma experiência mais limitada do Youtube. Alguns vídeos que cobrem assuntos como saúde, política e sexualidade podem não aparecer para usuários e instituições que tenham optado pelo uso do recurso”.

Muitos jovens com dúvidas e problemas com suas próprias orientações sexuais ou identidade de gênero recorrem ao Youtube para encontrar respostas sobre quem são e algum conforto. Quando esse tipo de conteúdo é bloqueado, que tipo de mensagem está sendo transmitido a elas? Ao mesmo tempo, quando comentários ofensivos e preconceituosos feitos na plataforma serão recebidos com o mesmo tipo de indignação?

 “Se isso é sobre proteger as crianças, isso não as protege. Além disso, as coisas ficam mais difíceis para elas. Há crianças LGBT por todo o mundo que estão tirando suas próprias vidas porque não se sentem bem consigo mesmas. Para elas, ir ao Youtube e ver outros LGBT é como uma salvação. Isso salva vidas”, concluiu o youtuber Calum McSwiggan.

E sem surpresa alguma, seu vídeo também é bloqueado no ‘modo restrito’.


1 thought on “O Youtube está bloqueando conteúdo LGBT de sua plataforma no modo restrito”

  • 1
    Renan Rodrigues Gonçalves on 20/03/2017 Responder

    É óbvio que está sendo filtrado para crianças, esses canais e vídeos falam sobre temas adultos, que não aparecem no modo restrito. Para de usar esse site pra criar carinhos e fofocas e publique algo útil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *