Mary J. Blige chama atenção para a violência doméstica em vídeo de ‘Whole Damn Year’

Mary J. Blige colocou em música e vídeo uma parte triste de sua vida: a violência doméstica. No vídeo, a cantora conta três histórias diferentes com o tema.

Mary J. Blige, grande cantora americana de R&B, acaba de lançar o vídeo da canção ‘Whole Damn Year’. O clipe mostra 3 histórias diferentes de violência doméstica. A música faz parte de seu mais recente álbum ‘The London Sessions’.

“Eu estou bem na superfície/ mas eu estou uma bagunça, estou uma bagunça por baixo”, canta Mary J. Blige em um dos versos. São três histórias com desfechos diferentes, mas que acabam bem. No entanto, violência doméstica é algo que a cantora já testemunhou em sua vida, infelizmente.

Minha mãe foi terrivelmente abusada pelo meu pai. Ele nos abandonou quando eu tinha 4 anos, mas de tempos em tempos ele voltava para abusar de novo”

Segundo o Biography.com, Mary e sua mãe fugiram de onde moravam, e acabaram entrando num projeto de moradia. Mas o novo lar não trouxe nenhum alívio para elas.

Eu ouvia mulheres gritando e correndo de homens que batiam nelas. As pessoas nos perseguiam com armas. Eu nunca vi uma mulher ali que não foi abusada. Era um lugar perigoso. Não queriam que ninguém saísse. Quando eu tinha 5 anos, fui violentada sexualmente. Minha mãe era mãe solteira e trabalhava. Ela nos deixava com pessoas que achou que podia confiar. Eles me machucaram”.

A violência doméstica retratada no vídeo de Mary ainda é muito comum. Somente no Brasil, a Central de Atendimento à Mulher, no primeiro semestre de 2014, recebeu mais de 30 mil ligações de denúncias de violência doméstica. Segundo a Secretaria de Políticas Para Mulheres do Governo Federal, 82,82% das mulheres que sofreram qualquer abuso ou violência doméstica tinham relação familiar com o agressor e 11,20% delas possuíam relação afetiva com ele.

Mary J. Blige foi corajosa em dividir um pouco de sua história dolorida em sua música e vídeo, já que muitas mulheres preferem não ter essa dor relembrada. A cantora traz o assunto de volta à cena, e espero que possa ajudar as mulheres em todas as partes do mundo, a denunciarem seus agressores e que consigam sair desses relacionamentos abusivos e violentos.

Comments

  1. Pingback:Artistas se unem em campanha contra violência doméstica e sexual - Prosa Livre

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.