Macklemore mostra a luta contra o vício e faz crítica à indústria farmacêutica no clipe de “Drug Dealer”

  28. outubro 2016   POP   0
Macklemore mostra a luta contra o vício e faz crítica à indústria farmacêutica no clipe de “Drug Dealer”

O duo Macklemore & Ryan Lewis lançou nesta semana um novo single, chamado “Drug Dealer”, que já veio acompanhado de um clipe, no qual retrata a luta do rapper contra o vício, e ainda faz uma crítica à indústria farmacêutica.

No vídeo dirigido por Jason Koenig, Ben Haggerty (nome verdadeiro do cantor) mostra a difícil realidade de quem interrompe o uso de drogas. No caso do cantor, foram os analgésicos opiáceos, substâncias utilizadas para o tratamento da dor.  Macklemore surge, de início, embaixo de um chuveiro, para depois aparecer com o rosto coberto por suor ao fazer suas rimas, além de vomitar em algumas cenas.

Nos versos, ele canta sobre a morte de artistas famosos, como Whitney Houston e Michael Jackson, sobre as práticas das empresas fabricantes de medicamentos, e sobre sua luta para se manter sóbrio.

Ele é acompanhado por Ariana Deboo, a qual canta o refrão: “meu traficante era um médico/ ele dizia que iria me curar/ mas ele apenas me deu problemas/ meu traficante era um médico/ acho que ele tentou me matar/ ele tentou me matar por dinheiro”.

“Drug Dealer” faz uma crítica à indústria farmacêutica e à prescrição indiscriminada de remédios feitas por médicos às pessoas, assunto abordado no documentário “Prescription For Change: Ending America’s Opioid Crisis”, feito pela MTV dos Estados Unidos, e que conta com a participação de Macklemore e do presidente Barack Obama.

“Eu faço parte dos milhões de americanos que lutaram contra o vício e o abuso de analgésicos, e se não fosse pelo tratamento e recuperação, eu não estaria aqui hoje”, disse Macklemore. “Esse documentário joga uma luz sobre algumas das coisas que precisamos fazer para controlar essa epidemia”.

Não é a primeira vez que Macklemore fala abertamente sobre seu vício em álcool e medicamentos, tendo se internado em uma clínica de reabilitação em 2008, e lançado músicas a respeito do assunto, como “Otherside” e “Kevin”.

Nos últimos 20 anos, aumentaram os casos de dependência e mortes por uso de analgésicos opiáceos nos Estados Unidos. Segundo estatísticas apresentadas pela Folha de São Paulo, entre 1996 e 2014, mais de 250 mil pessoas morreram por overdose desses medicamentos, a maioria sob prescrição médica.

Assista ao documentário “Prescription For Change: Ending America’s Opioid Crisis” abaixo:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *