John Cho é a solução para a falta de filmes estrelados por asiáticos em Hollywood

  11. maio 2016   Cinema   0

Hollywood possui um problema gritante de diversidade. E embora pareça que a situação seja apenas sobre a falta de espaço para artistas negros (o que não deixa de ser verdade), latinos, nativo-americanos e asiáticos também sofrem com a exclusão e o apagamento na indústria cinematográfica. E esse último grupo tem visto papéis que deveriam ser dados a asiáticos pararem nas mãos de atores brancos, como foi o caso, recentemente, de “Doutor Estranho” e “Ghost In The Shell”.

“Não há astros de cinema asiáticos”, reclamou o cineasta Aaron Sorkin em um email que acabou vazando para a imprensa. Um argumento difícil de se manter, uma vez que há vários artistas, femininos e masculinos, por aí e capazes de interpretar qualquer personagem. Um deles, inclusive, é John Cho (“Além da Escuridão – Star Trek”), que virou rosto de uma campanha que tem conquistado o Twitter, a #StarringJohnCho (“Estrelando John Cho”).

A iniciativa é de William Yu, que pegou pôsteres de filmes muito conhecidos, como “Jurassic World” e “Perdido em Marte”, substituindo o rosto dos atores (todos brancos, vale dizer) pelo de John Cho.

Ele foi motivado, principalmente, pela exclusão dos asiáticos nas produções e nas conversas sobre diversidade em Hollywood. “Era um argumento de dois lados”, ele contou ao New York Times. “Você tem um problema branco e tem um problema afro-americano.”

No site do projeto de William, ele diz que “#StarringJohnCho é um movimento social que mostra a você, literalmente, como seriam os filmes de hoje em Hollywood se atores asiáticos, especificamente John Cho, como o protagonista.”

John Cho como o famoso 007
John Cho como o Capitão América

Agora vamos a alguns fatos: de acordo com um estudo deste ano da escola de Comunicação Annenberg, da Universidade do Sul da Califórnia (USC), asiáticos ocupam 5,1% dos personagens com nome ou fala no cinema dos Estados Unidos (para comparação: brancos são 71,7% do total).

Ao mesmo tempo, uma pesquisa de outra universidade americana, a UCLA, diz que produções com elenco até 50% diverso são mais lucrativas, rendendo o triplo do que aquelas com elenco quase todo formado por artistas brancos.

“Isso foi o que me fez pensar: ‘se isso é verdade, então por que não estamos vendo os protagonistas refletirem esse fato?”, comentou William Yu ao New York Times. “Se eles não estão escalando esses atores, então vamos mostrar como seria Hollywood se eles fizessem isso.”

É uma ótima iniciativa, que chega em meio às conversas que têm acontecido na indústria cinematográfica, especialmente após os episódios de embranquecimento dos filmes que contam histórias de asiáticos.

“Com a enorme quantidade de apagamento de papéis asiáticos, ficou claro que agora é a hora de fazer algo”, contou Yu ao Mic. “É sobre começar uma conversa sobre como asiáticos são percebidos no cenário atual de Hollywood e na nossa grande sociedade.”

Na verdade, John Cho não precisa estrelar, necessariamente, todos os filmes (embora ele seja ótimo para qualquer papel), mas qualquer outro ator ou atriz poderia fazê-lo, não sendo preciso nos limitarmos a personagens cuja origem seja asiática.

“Espero que as pessoas visitem o site e percebam que um protagonista carismático, um interesse romântico ou uma estrela de ação não precisa ter uma raça específica”, concluiu o criador da #StarringJohnCho ao Mic.

Essa campanha é muito bem-vinda e pode ser muito bem apoiada. Fica aqui nossa esperança que Hollywood mude.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *