John Cho, ator de “Star Trek”, diz que seu personagem Sulu será gay no novo filme

  08. julho 2016   Cinema   0

Quase 50 anos depois de mostrar um dos primeiros beijos inter-raciais da televisão americana, “Star Trek” vai fazer um novo marco. É que o novo filme da franquia, “Sem Fronteiras”, terá seu primeiro personagem assumidamente gay: Hikaru Sulu, interpretado por John Cho.

Segundo o Herald Sun, o personagem será visto em uma cena com seu parceiro do mesmo gênero e uma filha. John explicou que a decisão foi feita pelo roteirista e também Spocky, Simon Pegg, e do diretor do longa, Justin Lin, e o objetivo é mostrar o relacionamento de maneira natural. “Eu gostei da abordagem, que é não fazer disso uma grande coisa, o que eu espero que seja para onde estamos indo enquanto espécie, não politizando a orientação pessoal de cada um”, disse o ator em um evento de divulgação do filme em Sydney, na Austrália.

Em janeiro deste ano, em entrevista ao Entertainment Tonight, o artista já havia revelado que ele teria uma filha no longa, e que havia mais uma surpresa, mas que era preciso esperar o filme ser lançado para que os fãs soubessem o que seria.

E de acordo com Cho, a ideia é homenagear George Takei, ator que viveu Sulu na série original. O veterano é gay na vida real e também ativista pelos direitos LGBT, e contou no ano passado que foi preciso esconder sua homossexualidade para não perder trabalhos. “Se eu quisesse continuar atuando, eu tinha que guardar segredo”, ele confessou ao News Corp. “Naquela época, eu não podia me casar com uma pessoa branca, a miscigenação era contra a lei. Mas agora estou casado com um homem branco, então houve mudanças.”

Contudo, enquanto todos comemoramos esse passo importante na franquia de “Star Trek”, o próprio George Takei não ficou contente com a homenagem. “Fico feliz que há um personagem gay”, ele disse ao Hollywood Reporter. “Infelizmente, essa mudança na criação de Gene [Roddenberry, criador de “Star Trek], na qual ele colocou muita consideração, acho lamentável.” Ele ainda acrescentou que o personagem foi idealizado como heterossexual e não gay, apesar de nunca ter sido visto com um par romântico na série televisiva ou nos filmes.

O ator também afirmou que soube em 2015 que o personagem seria homossexual e que pediu ao diretor de “Sem Fronteiras”, Justin Lin, e John Cho, para que a criação de Gene Roddenberry fosse respeitada e que um novo personagem fosse criado, principalmente porque a franquia completa 50 anos em 2016.

Por fim, Takei conta que teve esperanças de que seu pedido fosse escutado, mas recebeu um email de Cho no mês passado, anunciando que revelaria que Sulu seria gay.

Mesmo sem a benção do artista, a decisão de um personagem homossexual em uma das franquias mais conhecidas do mundo ainda é positiva, especialmente quando há poucos personagens homossexuais no entretenimento. Espero que ele mude de ideia.

“Star Trek: Sem Fronteiras” chega aos cinemas em setembro deste ano.