Jaden Smith volta a desafiar as normas de gênero em ensaio para a Vogue da Córeia

  27. janeiro 2016   Moda   0
Jaden Smith volta a desafiar as normas de gênero em ensaio para a Vogue da Córeia

Jaden Smith, filho de Will e Jada Pinkett Smith, não tem medo de desafiar as normas de gênero. Através de suas roupas, ele não só expressa sua identidade e estilo, como também questiona um padrão engessado que diz como homens e mulheres devem se vestir.

Em 2015, o ator foi visto usando vestidos e saias –  o que considera ser apenas “roupas” e não “roupas de meninas” -, o que impulsionou uma conversa importante sobre os estereótipos de gênero. E no começo deste mês, Jaden voltou a fazer manchetes ao estrelar a coleção de primavera/verão feminina da Louis Vuitton, ajudando assim a redefinir a masculinidade do homem negro.

E por não ligar para essas normas de gênero ultrapassadas, o garoto posou novamente vestindo uma saia. Desta vez, a vestimenta veio acompanhada de flor atrás da orelha e unhas azuis. A foto postada em seu Instagram traz a seguinte legenda: “apenas venha aqui.”

"Just Come Here"

A photo posted by Jaden Smith (@christiaingrey) on

Segundo o site XXL, a imagem faz parte de um ensaio para a revista Vogue coreana, cujas imagens já podem ser encontradas na internet.

Tweet: “Jaden Smith para a Vogue coreana me fez sentir de várias formas.”

É interessante acompanhar Jaden Smith a continuar perpetuando a ideia de que roupas não têm gênero, porque suas intenções são genuínas, e não uma forma de conseguir atenção da mídia. “Eu quero ensinar as pessoas a ficarem confortáveis e não terem medo”, ele explicou uma vez para a revista GQ. E além do mais, é isso o que roupas são: roupas; a divisão por gênero foi construída socialmente. E graças a Smith, muitos jovens podem estar mais confortáveis para expressar suas identidades através daquilo que vestem.

Ao mesmo tempo, o estilo do rapaz tem criado especulações de que ele seria uma pessoa não-binária, assim como Miley Cyrus e Ruby Rose, com exceção de que ele não é. Até onde se sabe, Jaden se identifica como homem, o que difere das atrizes citadas, que não se identificam com o gênero designado ao nascer, tampouco um do outro lado do espectro de gênero. Vestir roupas consideradas femininas é apenas quebrar com estereótipos de gênero.

“É importante dizer que vestir uma saia não faz de Jaden Smith uma pessoa não-binária. Chamá-lo de ícone serve bem e destacar seu desacordo com as normas de gênero também é apropriado. Contudo, ele não é um ícone não-binário, porque usar uma saia não dá a Smith um novo gênero, assim como também não some com seu gênero atual”, escreveu Jack Qu’emi em artigo para o Black Girls Dangerous.

Portanto, vamos celebrar a forma como esse garoto maravilhoso tem nos feito repensar a masculinidade e os papéis de gênero. Com certeza veremos mais disso no futuro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *