Elle Austrália coloca modelo Nicole Trunfio amamentando filho na capa da revista

A edição australiana de junho da revista Elle virá com uma mensagem positiva sobre maternidade e amamentação. É que a capa da publicação é da modelo Nicole Trunfio, que aparece amamentando seu filho Zion Clark, fruto de seu relacionamento com o músico Gary Clark Jnr. Contudo, a revista com essa capa é exclusiva para assinantes.

modelo amamentação revista elle

A foto, no entanto, não foi programada. A editora-chefe da Elle australiana, Justine Cullen, diz que foi algo natural. “Não foi uma situação armada. Zion estava com fome e Nicole foi amamentá-lo. Quando vimos como os dois estavam lindos, nós os movemos para o set. Foi um momento completamente natural, que resultou nessa poderosa imagem”. Não é a primeira vez que uma revista de moda retrata a amamentação. Em setembro de 2014, a atriz Olivia Wilde foi fotografada para a revista Glamour, alimentando seu filho Otis.

A mensagem que essas fotos e essas mulheres carregam é de que é preciso aceitar o fato de que a amamentação é algo natural e que não deve ser impedida ou escondida. O leite materno possui todos os nutrientes necessários para o bebê e é recomendado pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial de Saúde (OMS) até os seis meses de idade da criança, podendo ser complementado por outros alimentos depois. Portanto, se os bebês estão com fome, as mães não deveriam ser restringidas ou ter vergonha de alimentá-los publicamente.

Contudo, não é raro acharmos depoimentos de mães impedidas de amamentar seus filhos publicamente. Seja nos Estados Unidos, Inglaterra ou no Brasil, relatos existem aos montes. O corpo feminino foi tão objetificado ao longo de anos, que se os seios não estiverem à mostra para o prazer masculino, eles devem ser escondidos. A sociedade precisa começar a enxergar o corpo da mulher como ele é; e não encaixá-los em padrões de beleza e de forma sexualizada“Quando meu filho tinha 2 meses, resolvi amamentar num restaurante badalado na hora do almoço. O assédio incomodou tanto que a minha irmã veio me cobrir com um pano e ainda havia tarados que continuavam olhando para mim como se fosse um filme pornô, mesmo com o pano em cima”, conta a jornalista Madeleine Lacsko em um artigo escrito por ela no Brasil Post.

Madeleine vai mais além ainda, chamando atenção para pontos importantes para quem quer apoiar mesmo a amamentação no Brasil. “É uma loucura a gente ver o Ministério da Saúde falar em amamentação exclusiva até os 6 meses quando as licenças duram 4 meses e depois você tem direito a dois intervalos de meia hora por dia para isso. […] Poucas creches têm meios para armazenar leite materno e que nenhuma tem essa obrigação? Que as mães das regiões urbanas do Sudeste têm mais dificuldades para amamentar no peito do que aquelas da zona rural porque a rotina de trabalho a que são submetidas não permite”, escreve ela em seu artigo.

De fato, muitas políticas públicas ainda precisam ser criadas para ampararem mães que precisam amamentar seus filhos. No entanto, no Brasil, alguns passos começam a ser dados, ainda que pequenos. Na cidade de São Paulo, por exemplo, foi sancionada uma multa para quem impedir uma mãe de amamentar seu filho em público. E mais: no país, segundo um estudo global da Lansinoh, o hábito de amamentar um bebê em público é perfeitamente normal e aceito para cerca de 55 % das brasileiras.

Uma capa com a da revista Elle ajuda a normalizar uma situação tão comum, mas que ainda sofre com a resistência da sociedade. Nicole Trunfio contou à publicação que ficou emocionada ao ver sua foto amamentando seu filho. “Quando eu vi a capa [de assinantes] onde eu amamento meu filho, e que foi feita sem planejamento e de forma natural, eu chorei e pensei ‘uau, esse é um momento muito especial, onde meus mundos colidiram”.

Que nós comecemos a conversar sobre amamentação mas, mais importante, que mudanças possam ser feitas de verdade. Parabéns à Elle!

Comments

  1. Sybylla Responder

    Que foto linda. E o gesto da revista de colocar bem na capa. Precisamos de mais ações assim. <3

Leave a Reply to Sybylla Cancel Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.