Na contramão da Risqué, Granado homenageia grandes mulheres em linha de esmalte

A nova linha de esmaltes da Risqué deu o que falar no dia de hoje. E não foi por bons motivos. A marca lançou uma linha que enaltece gestos considerados românticos, de homens, onde cada cor possui um nome de um homem também.

A coleção foi nomeada “Homens que Amamos”, que segundo a Risqué, “faz um tributo aos pequenos gestos diários dos homens”. Mas por que, né? Por fazermos o mínimo ou demonstrarmos sentimentos? Confira:

risqué esmaltes machistas

Da esquerda para a direita: João disse eu te amo, Guto fez o pedido!!, Zeca chamou para sair, Fê mandou mensagem, André fez o jantar, Leo mandou flores.

A linha não foi bem recebida na internet. A hashtag #HomensRisque foi um dos assuntos mais comentados no Twitter, onde os usuários da rede social, com muita ironia, deram nomes às cores com atitudes babacas de homens:

“Ficamos chocadas de ver que não são apenas as marcas onde somos apenas parte do público, mas também aquelas cujo público é essencialmente de mulheres que reforçam ideias cagadas sobre quem somos, quais nossas aspirações e até o papel do homem nisso”, escreveu Mari Messias no Lugar de Mulher.

Não deu, né? Mas, ao contrário da Risqué, que optou por nomear esmaltes com nomes de homens e atitudes que não precisam de reconhecimento, a Granado possui uma linha de esmaltes com nomes de grandes escritoras, como Virgínia Woolf.

granado esmaltes com nomes de mulheres escritoras

São 6 cores com nomes de Virgínia Wolf, Charlotte Brontë, Agatha Christie, Louisa May Alcott, Elizabeth Dickinson, e Sylvia Plath. Há também esmaltes com nomes de outras grandes mulheres, como Frida Khalo, no site da Granado.

Uma homenagem muito melhor do que a feita pela Risqué, não?

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.