A capa de Kim Kardashian para a Forbes é a melhor resposta aos haters

Em 2011, a jornalista Barbara Walters conversou com Kris Jenner e suas três filhas, Kim, Kourtney e Khloé, para o especial “10 Most Fascinating People” (“As 10 Pessoas Mais Fascinantes”, em português).

Na época, ela disse às quatro estrelas do reality show “Keeping Up With The Kardashians”, que está no ar há quase 10 anos, aquilo que muitas pessoas pensam: “Vocês não atuam de verdade. Vocês não cantam. Vocês não dançam. Vocês não têm – perdoem-me – nenhum talento.”

Cinco anos depois, Kim Kardashian, a garota “sem talento”, estampa a capa da revista Forbes. “Ela fez US$ 45 milhões de dólares com um único jogo”. Parece que ela provou Barbara – e todos os haters – o contrário, não?

E essa capa da Forbes, publicação voltada para o mundo das finanças e negócios, é um lembrete de uma das facetas de Kim Kardashian, e uma que não é tão reconhecida pela mídia: a mulher de negócios.

Muitos se perguntam o que ela – e sua família fazem -, afirmando que elas são famosas por não fazerem nada. Embora, Kim seja conhecida por sua forte presença nas redes sociais, selfies e seu reality show (de novo: que está no ar quase 10 anos), ela é uma empresária bem-sucedida, do contrário ela não estaria na capa de uma revista à toa, né?

Em 2014, ela lucrou US$ 28 milhões, quantia que foi quase dobrada em 2015, faturando US$ 53 milhões. Parte da fortuna arrecadada vem de contratos publicitários, que segundo o tabloide Radar, ela não fecha por menos de US$ 750 mil. Some a isso seu programa de televisão, aparições em eventos, um livro, linha de roupas e maquiagens , aplicativos e o jogo para celular, “Kim Kardashian: Hollywood”, sendo esse último responsável por 40% dos seus ganhos anuais, segundo a Forbes, que também lembra que outras celebridades, como Katy Perry, Britney Spears e Demi Lovato, não conseguiram replicar o sucesso da socialite em suas próprias versões de jogos para mobile.

“Quando as pessoas me olhavam, elas diziam: ‘por que ela está entrando no mundo da tecnologia? Esse não é seu território! Fique com o programa de televisão’. Eu disse: ‘não'”, contou Kim à publicação da qual é capa. “Isso é divertido para mim. Estou entrando agora com Kimojis [sua própria versão das figurinhas de mensagem para celular], o aplicativo e outras ideias. Eu não vou parar. Percebi que esse vai ser mesmo o próximo ciclo da minha carreira e é nisso que eu quero focar.”

Você pode odiar Kim (e todo o clã Kardashian-Jenner), mas não dá para dizer que ela é ‘famosa por não fazer nada’, afinal, ela construiu sua marca, que vai muito bem, obrigado.

Ou como disse a própria Kim: nada mal para uma garota sem talento.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.