Viola Davis faz discurso poderoso durante o SAG Awards

26. Janeiro 2015 Cinema 2
Viola Davis faz discurso poderoso durante o SAG Awards

No domingo, 25, mais uma premiação americana aconteceu. Foi o Screen Actors Guild Awards – ou SAG Awards. O evento premia os melhores da televisão e do cinema e deu a Viola Davis a estatueta de Melhor Atriz numa Série de Drama, por seu papel na série “How to Get Away With Murder”.

A veterana subiu ao palco e fez um discurso poderoso:

“Quando conto histórias para minha filha à noite, algumas coisas acontecem. Primeiro: eu uso minha imaginação. Sempre começo com a vida e então continuo dali. E a outra coisa que acontece é que ela sempre diz ‘Mamãe, você pode me colocar na história?’ E, sabe, isso começa do topo”.

A atriz então agradeceu aos diretores e roteiristas da série em que atua – How to Get Away With Murder -, e aproveitou o momento para dizer:

“[…] por acreditarem que uma mulher sexualizada, confusa e misteriosa poderia ser uma mulher negra, de 49 anos, que parece comigo”.

Não somente criticou a falta de papéis de personagens densas para mulheres negras em Hollywood, como a atriz lembrou a falta desses papéis para mulheres mais velhas. Em ‘How to Get Away With Murder‘, Viola Davis interpreta Annalise Keating, uma professora de direito penal, e é uma das atrizes principais da trama. Um papel que Hollywood dificilmente concede a uma mulher negra e a uma mulher mais velha.

Esse discurso poderoso de Viola Davis acontece pouco tempo depois do People’s Choice Awards, realizado no dia 7, onde a atriz ganhou o prêmio de ‘Atriz Favorita em um Nova Série de TV’. Na ocasião, Viola fez questão de cutucar Alessandra Stanley, que escreveu um artigo muito criticado sobre  a série. No texto, a jornalista refere-se a Shonda Rhimes, produtora do seriado, como ‘uma mulher negra raivosa‘ e diz que a escolha por Viola Davis foge “da beleza clássica por ser mais velha e ‘mais negra’” do que Kerry Washington, por exemplo, que atua em outro seriado de Rhimes, ‘Scandal’.

“Obrigada, Shonda Rhimes, Betsy Beers e Peter Nowalk, por pensarem numa protagonista que possui a minha ‘beleza clássica'”.

Viola Davis é a segunda mulher negra a receber o prêmio de ‘Melhor Atriz numa Série de Drama’, no SAG Awards, mas é a terceira personagem de Shonda Rhimes a levar a estatueta. Antes dela, Sandra Oh (que possui família coreana), de ‘Grey’s Anatomy’, e Chandra Wilson (negra) do mesmo seriado, levaram o prêmio para casa.

Na noite de ontem, Uzo Adubo, atriz que interpreta ‘Crazy Eyes’ no seriado ‘Orange Is The New Black’, do Netflix, levou ‘Melhor Atriz em Série de Comédia’. Um noite boa para as mulheres negras e para a diversidade, né?