Tire um minuto para apreciar a beleza e a diversidade do grupo de dançarinos da Anitta

19. outubro 2017 POP 0
Tire um minuto para apreciar a beleza e a diversidade do grupo de dançarinos da Anitta

Anitta está decidida a usar sua grande plataforma para defender a aceitação dos corpos e promover o respeito. Depois contratar bailarinas gordas para a sua equipe, a cantora deu mais um passo nessa direção e chamou um time diverso de dançarinos para se apresentar ao seu lado no Prêmio Multishow, que acontece na próxima terça-feira (24).

A novidade foi anunciada pela própria artista pelo Instagram, onde ela apresentou o bailarino e modelo plus size Felipe Campus, a dona de casa Beatriz Rocha Ribeiro, a atleta paralímpica da seleção brasileira de natação Camille Rodrigues, a dançarina e cadeirante Vanessa Abreu, e o portador de Síndrome de Down e bailarino Felipe Rodrigues. Quem traçou o perfil de cada um deles foi o Jornal Extra

Felipe é um velho conhecido de Anitta, já que em 2015, ele subiu ao palco dela para dançar a música “Bla blá blá”. O professor do dançarino, Daniel Saboya, acredita que ele vai fazer bonito na premiação musical.

“Ele é apaixonado por ela e dança muito. E não estou falando que ele é excelente para um portador de Down. Estou dizendo que ele é excelente e ponto. Ninguém consegue parar de olhar para ele quando está num palco. Ele vai causar no Prêmio”, afirmou Daniel ao Extra.

Também de acordo com a publicação, Vanessa dança desde pequena com sua cadeira de rodas, tendo se apresentado até nas Paralimpíadas. Quem também esteve no evento esportivo foi Camille, que participou das provas de natação. Além das duas, está Felipe Campus, que trabalha há 6 anos  como modelo plus size. Por fim, Beatriz, a qual tem 52 anos, tem duas filhas dançarinas, uma delas é Thais Carla, que já trabalha com Anitta, e está se aventurando na coreografia de “Paradinha”.

Esse é mais um gesto positivo de Anitta, que se mostra preocupada em levar ao público uma mensagem de inclusão e de respeito às diferenças. Porém, nem todo mundo conseguiu ver isso. Após dar a notícia em suas redes sociais, o portal POPline recebeu o comentário de um rapaz que acha que tudo não passa de uma tentativa de “chamar a atenção” da cantora carioca. Porém, atenta às redes sociais, a artista fez questão de responder:

“Depois as pessoas ainda perguntam porque o Brasil não anda bem. Estou doida pra chamar atenção mesmo… pra um assunto muito importante que o nosso povo quase não dá atenção. Pessoas assim tem suas limitações… Mas não é impossível de trabalhar. É preciso adequar agenda, estrutura local, custos, limitação de cada um pra estar dentro de um show inteiro… a gente tenta ajustar tudo isso pra passar uma mensagem legal… pra permitir que pessoas ‘invisíveis’ trabalhem com uma coisa que gostam… e ainda tem que ler uma coisa dessas… É de chorar…”, escreveu a voz de “Is That For Me”.

Mais uma vez, é ótimo que Anitta queira dar espaço para que pessoas ‘invisíveis’, como ela mesma colocou, possam ganhar o holofote e mostrar a todos que eles podem ser e fazerem o que quiserem, desde que sejam dadas as oportunidades.

Eu não sei você, mas eu estarei grudado na televisão para vê-la cantar com seus novos bailarinos no Prêmio Multishow.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *