Talvez Selena Gomez esteja contando sua jornada de recuperação no clipe de “Wolves”

18. novembro 2017 POP 0
Talvez Selena Gomez esteja contando sua jornada de recuperação no clipe de “Wolves”

Se tem uma coisa que eu gosto nessa vida, é criar teorias em cima dos clipes da Selena Gomez. Depois de “Fetish”, que parece ter sido feito sobre doenças mentais, “Wolves” é mais um vídeo que me deixou pensativo depois de assisti-lo.

A letra da música é sobre voltar a um antigo amor, depois de passar um período longo e difícil “correndo entre lobos” para retornar aos braços de quem lhe fazia bem. Poderia ser uma canção sobre a volta de seu namoro com Justin Bieber (me perdoem, mas eu shippo #Jelena)? Poderia. Mas eu gosto muito mais da ideia de que “Wolves” é sobre a jornada de recuperação e redescobrimento que Selena Gomez viveu nesse último ano.

Em agosto do ano passado, a artista fez uma pausa na carreira para tratar a ansiedade e depressão, efeitos colaterais do lúpus. Ela fez sua primeira aparição pública no American Music Awards (AMAs) em novembro do ano passado, onde fez um breve e bonito discurso sobre o que havia vivido nos últimos meses. De lá para cá, ela apareceu pouco nas redes sociais, lançou alguns novos singles, foi produtora-executiva de “13 Reasons Why”, seriado da Netflix sobre uma adolescente que se suicidou depois do bullying de seus colega, e ainda fez uma cirurgia de transplante de rim. Foi muita coisa vivenciada nesses últimos 12 meses.

Mas onde “Wolves” entra nisso? Aperte os cintos, que aqui vamos nós.

Embora pareça uma música romântica, o single ainda pode ser entendido como uma metáfora sobre o período difícil que é conviver com a depressão e o lúpus até superar tudo. Ter essas doenças é dolorido, sombrio e por vezes solitário. E na canção, Selena canta justamente sobre correr com criaturas não muito dóceis até chegar a alguém – e esse alguém pode muito bem ser ela mesma. Depois de uma fase tempestuosa, ela vai finalmente se encontrando e ficando bem consigo mesma.

Parece que não faz tanto sentido, mas o clipe ajuda a reforçar minha teoria. Lá está Selena em uma piscina abandonada, que poderia muito fazer parte de um dos cenários do clipe de “Bad Liar”, usando vestidos luxuosos enquanto caminha pelos corredores escuros do local. Há uma câmera vigiando-a a todo momento, que pode ser uma alegoria para a forma como a mídia e os fãs acabam acompanhando todos os seus passos, ela gostando disso ou não (como a própria comentou no discurso no AMA de 2016). Mas no vídeo do diretor Colin Tilley, a cantora está sempre sozinha, um sentimento que ela conheceu bem no último ano.

Ah, e se você quer saber, lúpus em latim quer dizer lobo ou wolf, em inglês. S-I-M-!

É como se essa fosse a jornada solitária da voz de “The Heart Wants What It Wants” para sua recuperação e encontro consigo mesma, ao mesmo tempo em que tudo é observado pelo público. E tem a água também, que é símbolo de vida e renovação. Ao final do vídeo, a câmera dá a entender que a cantora pula na piscina, para depois surgir caminhando sobre ela, renovada e poderosa, quase como uma figura divina.

E se mesmo depois de um texto desse você ainda não comprar minha teoria, talvez eu não esteja tão distante do significado de “Wolves”.

“Eu ouvi essa música pela primeira vez quando estava no Japão. Eu estava conversando com Andrew Watt, um dos compositores com quem trabalhei por anos. Ele tocou a primeira versão e eu a achei linda de verdade”, disse a cantora ao produtor e DJ Zane Lowe. “E, então, ele a enviou para para o Marshmello e nós acabamos criando um tom muito legal e uma história. Essa música é linda e pessoal, e a letra tem uma história própria. É esquisito que, ao mesmo tempo, eu estava trabalhando no Japão, passando por umas coisas, e ela refletiu tudo isso”.

Eu posso estar enganado, mas o clipe de “Wolves” tem (de novo) mais do que os olhos podem ver. E tem mais: Selena Gomez fará uma apresentação da canção no AMAs deste domingo (19), a primeira em mais de um ano. Não dá para perder!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *