Selena Gomez fala abertamente sobre o tratamento contra a depressão: “Tem dias que ainda são difíceis”

05. agosto 2017 Famosos 0
Selena Gomez fala abertamente sobre o tratamento contra a depressão: “Tem dias que ainda são difíceis”

Selena Gomez não tem medo de ser honesta sobre coisas que são importantes para ela, e tampouco tem medo de demonstrar vulnerabilidade. A cantora, que recentemente lançou o clipe “Fetish”, é capa da edição de setembro da revista In Style, para a qual falou sobre os próximos passos na sua carreira, as polêmicas envolvendo o seriado “13 Reasons Why” e, também, sobre o período em que ficou internada para cuidar de sua saúde mental.

No ano passado, ela fez uma pausa na carreira para tratar a depressão e a ansiedade, transtornos que são efeitos colaterais do lúpus, doença que possui e falou pela primeira vez em 2015.

“É esquisito como tudo muda em apenas um ano. No ano passado, eu cancelei minha turnê e sumi por 90 dias, e foi a melhor coisa que eu poderia ter feito”, afirmou. “Eu não tinha celular, nada, e foi assustador. Mas foi maravilhoso e eu aprendi muito”.

A depressão é hoje a doença mais incapacitante do mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). De acordo com dados da OMS, mais de 4% da população do planeta vive com esse transtorno psicológico, um número que aumentou quase 20% entre 2005 e 2015.

Ou seja, tirar um tempo para cuidar de sua saúde mental é tão fundamental quanto tratar de um osso quebrado.

E para muitas pessoas, tratar a depressão é um processo que leva tempo, assim como acontece com Selena Gomez, que fez questão de apontar que ainda há dias difíceis.

“Tudo o que eu me importava, eu parei de me importar. Eu saí de lá pensando: ‘ok, eu só posso ir em frente’. E ainda há dias. Eu faço terapia. Eu acredito nisso em conversar sobre onde você está. Mas eu estou em um lugar muito mais saudável”, contou a artista à In Style, detalhando como foi o seu tratamento,

Eu estava em uma cidade no interior e nunca arrumava meu cabelo. Fiz terapia equina, que é maravilhosa. E foi difícil, obviamente. Mas eu sabia que meu coração estava dizendo, e eu pensei: ‘acho que isso me ajudou a ficar mais forte para outras pessoas’. Quando eu saí, me convidaram para ir ao American Music Awards, e todos à minha volta disseram: ‘faça o que te deixar confortável’. Eu não queria que meus fãs tivessem uma visão negativa de cuidar de si, então, eu fui. E vou dizer a você: quando pisei naquele carpete, foi muito difícil. Eu senti minhas costas suando”.

A cantora é, também, a pessoa mais seguida do Instagram. As redes sociais, embora sejam ótimas para o compartilhamento de ideias e conexão de pessoas, também pode aumentar a ansiedade em indivíduos. Isso também pesou para Selena Gomez, que agora utiliza a rede de compartilhamento de fotos e vídeos para dividir novos trabalhos com seus fãs.

“É bom estar conectada, ver as coisas e o que seus amigos estão fazendo. Mas as redes sociais também permitem que as pessoas pensem que precisam parecer ou agir de uma determinada maneira”, acredita. “Eu me lembro quando eu tinha o programa na Disney, e eu estava correndo por aí e não me importando com nada e fazendo as pessoas rirem. Eu estava em todos os lugares. E, agora, parece que há um zoom: você vê pessoas ruins tentando tirar coisas negativas de você, e essa energia faz com que você se sinta mal consigo mesmo. Não há o que você fazer. É muito difícil encontrar quem você é durante toda essa bagunça e pressão”.

Mas além de saúde mental, ela também comentou sobre seu relacionamento com o cantor The Weeknd. Ela afirmou que a relação vai muito bem, mas que ela não depende “de uma área na minha vida para ser feliz”.

“É muito importante para mim amar e ficar com meus amigos e família, e ter certeza que nunca estou sendo influenciada por um cara”, disse. “Eu queria estar num estado mental forte por anos, e eu não estive. Antes, eu era nova e facilmente influenciável, e me sentia insegura. Você quer alguém para acrescentar na sua vida, e não para completar você, se é que isso faz sentido. Tenho sorte, porque ele é mais meu melhor amigo do que qualquer outra coisa”.

É possível ver que a voz de “Bad Liar” está muito bem, melhor do que em muito tempo. Nem mesmo as críticas que recebeu pelo seriado “13 Reasons Why” a abalam. Aliás, ela acredita que, para o bem ou para o mal, uma conversa sobre depressão, bullying e slut-shaming começou com a produção.

“Eu não imaginava, nem remotamente, que ela iria estourar assim, positivamente e, obviamente, em termos de controvérsia” afirmou Selena. “E eu acho que, se o nosso show conseguiu criar uma conversa na mesa do jantar, mesmo que seja para dizer que ele é maravilhoso ou terrível, acho que ainda é uma conversa. Ela assustou pessoas, mas é muito importante”.

Leia a entrevista completa no site da In Style (em inglês).


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *