Seja sua melhor companhia no dia dos namorados

Seja sua melhor companhia no dia dos namorados

Dia 12 de junho vem aí. É dia dos namorados. Dia das redes sociais serem inundadas com várias declarações de amor, propagandas em todas as mídias exaltando o mais belo dos sentimentos (e o consumo, obviamente!) e, claro, levar o par para um jantar romântico, seja num restaurante bacana, ou em casa mesmo. Pelo menos esse é o protocolo do dia para os casais.

Antes que alguém pense que eu sou contra o dia dos namorados, não sou. Sou daqueles que quer abraçar todos os casais na rua, que curte todas as fotos fofas de casais amigos no Instagram (e até de desconhecidos) e até choro em filmes com finais felizes. Porém, sou contra essa coisa de que não posso passar a data em casa, felizão, assistindo filme sozinho. Ser solteiro é sinônimo de fracasso?

Quero dizer, estar sozinho no dia dos namorados (ou em qualquer dia do ano) não deveria soar como algo ruim, porque na verdade não é. Cabe aqui o velho ditado “antes só do que mal acompanhado”. Pensa bem: quantas pessoas você já viu que ficam com qualquer pessoa, somente pela necessidade de estar com alguém? Quantas pessoas não fazem aquela piada “me alugo para o dia dos namorados”? Cara, como assim?

Amigx, se você não se ama, dificilmente vai conseguir dar amor a alguém. Você só dá o que tem. E se não tem amor-próprio, como espera amar alguma pessoa? É batido isso, mas parece que, nessa época do ano, as pessoas se sentem como se elas fossem metade do que são, somente por estarem sozinhas. Estar com alguém é muito bom, mas não permita que essa seja a ideia de “vida ideal” na sua cabeça, pois é aí que você entra em furada. Acaba ficando com alguém que não te ama, que não te respeita. Me responda: quem precisa disso?

Jogar para o outro a pá e o cimento para o tapar o buraco da sua carência é muita responsabilidade para qualquer pessoa. Se nem você conseguiu, por que o outro conseguiria? O único responsável pela sua felicidade é você mesmo.

A publicidade também colabora muito para o estigma de que estar sozinho é não estar feliz. Oras, posso ser feliz muito bem sem ter ninguém. Não vou colocar música triste no último volume e me afogar em lágrimas de auto-piedade. E espero que ninguém faça isso, mesmo que os casais da TV ou no Facebook te digam o contrário.

Assista a um filme, um seriado, leia um livro, saia com seus amigos solteiros, vá viajar, comece um projeto novo ou uma revolução. Existem mil e uma formas de aproveitar o dia consigo mesmo. Quando você souber tirar o máximo da sua própria companhia, vai conseguir compartilhá-la com alguém.
Até lá, seja seu melhor amigo. Como disse uma grande amiga minha “Tom Jobim estava errado quando escreveu Wave. É possível ser feliz sozinho, sim, oras”.


1 thought on “Seja sua melhor companhia no dia dos namorados”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *