Rooney Mara é uma mulher assombrada pelo fantasma de seu marido no trailer de “A Ghost Story”

28. Março 2017 Cinema 0
Rooney Mara é uma mulher assombrada pelo fantasma de seu marido no trailer de “A Ghost Story”

Geralmente, filmes sobre fantasmas ficam restritos ao gênero de terror, mas “A Ghost Story” está longe disso. Pelo menos é o que se pode perceber ao assistir ao primeiro trailer da produção, e o que têm afirmado a crítica internacional, que já o assistiu no Festival de Sundance.

O longa-metragem traz Rooney Mara no papel de uma mulher que é assombrada pelo fantasma de seu marido (Casey Affleck), o qual morreu em um acidente de carro. Assim como em animações, o ser sobrenatural é coberto por um lençol branco com furos nos olhos, e acompanha a vida de sua esposa e filhos, que vivem o luto e devem se mudar da casa onde viviam.

Parece complicado, a prévia também não parece fazer muito sentido, mas a mensagem, pelo que podemos compreender, é sobre os esforços que fazemos para deixar uma marca no mundo – ou em alguém – depois que partirmos dessa para melhor. O que estamos deixando depois que morrermos? Qual o impacto disso? Alguém se lembrará?

São perguntas que, assim como o personagem de Affleck, nos assombram quando paramos para refletir sobre elas.

“A Ghost Story” é dirigido por David Lowery (“Meu Amigo, o Dragão”), que também assina o roteiro da obra. Seu interesse pelo filme veio de sua própria inquietação com a brevidade da vida: todos nós morreremos e todas as nossas preocupações não importarão mais.

“Nos últimos dois anos, eu pensei muito sobre a ideia de que, um dia, tudo perderá o sentido e vai evaporar. Eu tive muito problema para lidar com isso”, revelou David ao IndieWire.

A escalação de Casey Affleck para o papel, por mais que ele passe quase o filme todo escondido sob um lençol branco, ainda causa desconforto, devido às antigas acusações de assédio sexual envolvendo o ator. Separar a arte do artista ficará a cargo do público.

Nos Estados Unidos, “A Ghost Story” chega aos cinemas no dia 7 de julho.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *