Rihanna explica por que voltou com Chris Brown em 2012

06. outubro 2015 Famosos 1
Rihanna explica por que voltou com Chris Brown em 2012

Rihanna é capa da nova edição da Vanity Fair, tendo seu ensaio fotografado por Annie Leibovitz, conhecida por fazer fotos de celebridades. O local para as imagens foi Cuba, onde a cantora falou sobre sua carreira, relacionamentos, fama e sobre seu próximo álbum, o tão aguardado “R8”, que não deve sair até estar “perfeito”.

A estrela não deixou de comentar sobre seu relacionamento com o cantor Chris Brown, com quem namorou em 2009. O namoro dos dois acabou após Rihanna ser agredida por ele, pouco antes do Grammy Awards daquele ano, no carro em que estavam. Fotos suas com o rosto machucado e inchado foram parar na internet através do TMZ [site de fofoca], que as conseguiu através de, segundo a própria Rihanna, “uma mulher muito ruim, que achou que um cheque é mais importante do que a moralidade”. Brown foi preso no dia seguinte à agressão.

Em 2012, os dois voltaram a se relacionar, tendo feito ainda um dueto numa música, “Nobody’s Business”, faixa presente no álbum “Unapologetic”, de Riri. O namoro durou pouco e na entrevista para a Vanity Fair, Rihanna fala abertamente por que voltou com Chris Brown. “Eu era aquela garota, aquela garota que, embora toda a dor que esse relacionamento tenha, talvez algumas pessoas sejam mais fortes do que as outras. Talvez eu seja uma daquelas pessoas que conseguem lidar com uma merda dessas”.

Assim como Rihanna, muitas mulheres que foram vítimas de violência doméstica, voltam com seus parceiros, por diferentes motivos, desde dependência financeira ou afetiva até acreditar que mereceu a agressão, como se tivesse falhado em algum aspecto com seu par. Na verdade, 9% dessas mulheres acreditam ter feito algo que justificasse o ataque, segundo pesquisa da Secretaria de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, que diz ainda que 80% das mulheres não querem a prisão de seus agressores.

“Talvez eu seja o anjo protetor dessa pessoa, para estar ali quando ela não é forte o suficiente, quando ela não entende o mundo, quando ela precisa de alguém para encorajá-la a seguir um caminho positivo e dizer a coisa certa”, revelou a cantora. Ela acreditava, assim como Brooke Axtell, que discursou sobre violência doméstica no Grammy deste ano, que poderia mudar o comportamento violento de seu parceiro.

“Cem por cento. Eu o protegia demais. Sentia que ninguém o entendia. Mesmo depois… Mas sabe, depois de um tempo nessa situação, você vira o inimigo. Você quer o melhor para ele, mas se você o lembrar de suas falhas ou se você o lembrar dos maus momentos da vida dele, ou mesmo se você disser que quer voltar a lidar com algo, ele te julga. Porque ele sabe que você não merece o que ele pode dar. E se você aceita, talvez você esteja concordando que você [merece] isso, e foi finalmente aí que eu disse ‘eu fui idiota por pensar que eu posso lidar com isso’. Às vezes, você tem que cair fora”, disse a cantora.

Rihanna entende que é um exemplo para mulheres que passam ou passaram pela mesma situação. “Está no passado, mas não vou dizer ‘supere’, porque é algo sério, que ainda é relevante e real. Muitas mulheres, muitas meninas ainda vivem isso. Muitas meninos também. Não é um tema para jogar para baixo do tapete e que eu diminua como se não fosse nada ou que eu não leve a sério”.

Ainda assim, lembrar da agressão sofrida também a machuca. “Mas, para mim, e qualquer pessoa que foi vítima de abuso doméstico, ninguém quer lembrar do que aconteceu. Ninguém quer mesmo admitir isso. Então, falar sobre isso uma vez, 200 vezes… Eu tenho que ser punida por isso? Não é agradável para mim”.

Sair de um relacionamento abusivo não é fácil e pode ser extremamente dolorido. Mas é fundamental dizer que é preciso prestar ajuda e socorrer a vítima, quando ela lhe procurar. “Algumas pessoas saem sozinhas, outras precisam de ajuda, e isso não quer dizer que essa pessoa seja mais fraca, como diz o supereu [instância psíquica] e o namorado abusivo, mas que está mais difícil”, explica a Mestre em psicanálise pela Universidade de Buenos Aires, Anna Carolina Nogueira.

Rihanna é uma sobrevivente e mesmo que venha a doer falar sobre suas experiências, ela abre uma conversa necessária e é possível que esteja salvando vidas.

Rihanna explica por que voltou com Chris Brown em 2012


1 thought on “Rihanna explica por que voltou com Chris Brown em 2012”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *