Podemos todos respirar aliviados, pois Patty Jenkins vai mesmo dirigir a sequência de “Mulher-Maravilha”

12. setembro 2017 Cinema 0
Podemos todos respirar aliviados, pois Patty Jenkins vai mesmo dirigir a sequência de “Mulher-Maravilha”

Se você precisava de um motivo para sorrir nesta terça-feira, eis aqui uma ótima razão para soltar um riso: Patty Jenkins vai mesmo dirigir a sequência de “Mulher-Maravilha”.

O filme, protagonizado por Gal Gadot, tornou-se um grande sucesso do cinema em 2017, arrecadando mais US$ 103 milhões em seu final de semana de abertura nos Estados Unidos, e mais de U$$ 816 milhões no mundo todo. Quem disse que produções com super-heroínas não vendem? A personagem da DC é a primeira mulher a ter um longa solo desde 2005, quando foi lançado “Elektra”, estrelado por Jennifer Garner, mas que ficou longe de ter o mesmo êxito de “MM”.

Segundo a revista The Hollywood Reporter, Patty Jenkins vai receber uma quantia admirável – e justa – para dirigir mais um filme de Diana Prince. Se pela primeira película ela recebeu US$ 1 milhão, para o segundo capítulo ela deverá receber compensações pela direção e roteiro (algo em torno de US$ 7 e US$ 9 milhões), além de receber uma parte dos lucros e ainda atuar como produtora da obra. Com isso, ela se torna a diretora mais bem paga do mundo.

Não que ela não esteja acostumada a fazer história. Enquanto “Mulher-Maravilha” ascendia pelos cinemas do mundo todo, a cineasta se tornava a diretora que mais lucrava com um live-action, superando Phyllida Lloyd e seu musical “Mamma Mia!”. Mas antes disso, ela já havia entrado no ainda pequeno grupo de mulheres que fizeram filmes com orçamentos de US$ 100 milhões. Junto dela estão Kathryn Bigelow (“K-19: The Widowmaker”) e Ava DuVernay (“Uma Dobra no Tempo”).

Agora, com Gal Gadot e Patty Jenkins confirmadas, só nos resta esperar pela continuação de “MM”, que chega aos cinemas apenas em dezembro de 2019. Boa sorte para controlarmos nossa ansiedade!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *