Perfil Oscar 2017: Jeff Bridges

23. fevereiro 2017 Cinema 0
Perfil Oscar 2017: Jeff Bridges
Perfil: Jeff Bridges

Indicação no Oscar 2017: Melhor Ator Coadjuvante por “A Qualquer Custo”

Versátil e com um currículo de grandes trabalhos, Jeff Bridges recebeu a primeira indicação ao Oscar lá atrás, em seu primeiro grande filme, “A Última Sessão de Cinema”, em 1971. De lá para cá, atuou em produções dos mais variados gêneros, e recebeu ao todo 7 indicações ao Oscar. Venceu somente em 2010 pelo filme “Coração Louco”. O que foi quase um prêmio pela carreira, já que o ator figurava listas de indicados a ‘Melhor Ator’ e ‘Melhor Ator Coadjuvante’ já fazia tempo.

No western moderno “A Qualquer Custo”, Jeff Bridges vive um patrulheiro à beira de se aposentar, e que procura uma última aventura ao mesmo tempo em que questiona seu futuro incerto.

Chances de levar o prêmio? Difícil dizer. Os prêmios de Ator e Atriz Coadjuvantes costumam surpreender, às vezes até mais do que os prêmios principais, e não existe um único favorito esse ano. Jeff Bridges é o mais velho, e consequentemente o mais experiente entre os indicados. Mas não seria novidade a academia se decidir por premiar atores mais jovens e menos consagrados.

De todo modo, Jeff Bridges merece a torcida, e também um olhar mais atento à sua filmografia. O Prosa Livre separou três produções de gêneros bem diferentes, pra você começar:

3 Filmes para conhecer melhor Jeff Bridges

1. “O Grande Lebowski” (1998):

O personagem-título desse clássico dos irmãos Coen é um sujeito desocupado e vida boa que se envolve numa série de complicações após ser confundido com um milionário. Talvez o personagem mais emblemático da carreira de Jeff Bridges, e do cinema americano dos anos 90. Vale mencionar outra grande parceria do ator com os irmãos Coen, no filme “Bravura Indômita” de 2010, pelo qual Jeff Bridges foi inclusive indicado ao Oscar.

2. “Coração Louco” (2009):

Filme que rendeu a Jeff Bridges o Oscar de ‘Melhor Ator’, “Coração Louco” é a história de um cantor country que enfrenta problemas com o alcoolismo, e que busca reerguer sua vida ao iniciar uma amizade com uma jovem jornalista.

3. “Tron” (1982):

A ficção científica onde um programador de computadores é levado para dentro de um universo cibernético se tornou um clássico do gênero. Protagonista do longa, Jeff Bridges reviveu a personagem quase 30 anos depois na sequência “Tron: O Legado”, de 2010.