Oscar 2015: Conheça os Indicados a Melhor Filme do Ano

18. fevereiro 2015 Cinema, POP 3
Oscar 2015: Conheça os Indicados a Melhor Filme do Ano

O Oscar está chegando! Apesar de já ter expressado o quanto não devemos encará-lo como uma premiação coerente e legitimadora, essa semana o Prosa Livre está preparando dois posts sobre a edição desse ano. Para começar, vamos conhecer e comentar os oito indicados ao prêmio de Melhor Filme, categoria mais importante da cerimônia.

BIRDMAN ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)

birdman indicados ao oscar

A começar pelo título, “Birdman” é todo pretensioso. Em uma atuação honesta, mas sem novidades, Michael Keaton interpreta um ator que no passado fez muito sucesso, e agora tenta voltar à ativa produzindo e estrelando uma peça na Broadway, tendo alucinações por conta dessa crise. O filme transita bem entre realismo e um toque de fantasia, e o diretor, Alejandro Gonzalez Iñarritu, brinca com a ideia de que o filme todo foi rodado de uma vez só, num plano sequência. Típico filme que foi feito para o Oscar. É de torcer o nariz, não é? Mas funcionou: recebeu 9 indicações. Será que leva melhor filme?

BOYHOOD

oscar 2015 indicados a melhor filme

Talvez por não ter uma narrativa forte, “Boyhood” às vezes se perca ao longo de suas 3 horas de duração, nas quais acompanhamos a infância e adolescência do protagonista em “tempo real”. Rodado ao longo de mais de uma década, o filme também pode ser tomado como pretensioso. Mas, se pensarmos que o objetivo do diretor Richard Linklater era, mais do que acompanhar as mudanças dos personagens/atores, também fazer um relato sutil e quase documental dos Estados Unidos ao longo desse tempo, o filme ganha outro peso. Nenhuma inovação de linguagem, exceto pelo tempo de produção. Ainda assim, um filme no qual vale a pena apostar (e, se quiser, até torcer) para levar a estatueta.

O GRANDE HOTEL BUDAPESTE

grande hotel budapeste indicados ao oscar

O filme indie do ano entre os indicados, “O Grande Hotel Budapeste” é praticamente uma overdose do estilo único de seu criador, o diretor Wes Anderson. Cenários fantásticos, personagens excêntricos, narrativa lúdica, humor bem colocado. Tudo sempre nos lembrando de que filmes não precisam (e na verdade, nem deveriam) ser coerentes e isentos do absurdo. É uma torcida que vale a pena. Talvez não chegue lá, porque conhecemos o conservadorismo da Academia, mas foi bom ter sido lembrado (com 9 indicações, veja só!). Ainda há espaço para um cinema lúdico e despretensioso.

O JOGO DA IMITAÇÃO

o jogo da imitação indicados ao oscar

Apesar de ambientado durante a Segunda Guerra Mundial (temática que a Academia adora, aliás), “O Jogo da Imitação” é um filme sobre personagem. No caso, o matemático considerado pai da computação, interpretado aqui por Benedict Cumberbatch. A biografia acompanha a personagem em diferentes momentos de sua vida, sempre evidenciando sua personalidade forte e calcada no fato de ele ser homossexual numa época em que isso era um grande tabu social. Bem realizado, porém preguiçoso, o filme não impressiona e nem traz novidades. Mas também não ofende ninguém ao figurar a lista de indicados.

SELMA

selma indicados ao oscar

Nos últimos anos, o Oscar criou a tendência de sempre indicar um filme que aborde a cultura e a sociedade negra nos Estados Unidos. “Histórias Cruzadas” e “12 Anos de Escravidão”, vencedor do ano passado, são alguns exemplos recentes, cada um com sua diferente perspectiva. Seria uma tentativa da Academia de fazer justiça a sua história, que por muitos anos excluiu os negros? O representante da vez é “Selma”, que narra a luta política de Martin Luther King pelos direitos civis dos negros nos anos 1960. Injustamente não indicado a nenhuma categoria de atuação, o filme representa uma resistência necessária dessa temática em Hollywood, mas não parece estar cotado como grande vencedor.

SNIPER AMERICANO

sniper americano indicados ao oscar

Não cansados de filmes sobre as guerras pós-ataques de 11 de setembro de 2001, a indicação a “Sniper Americano” veio talvez pelo respeito e admiração ao diretor Clint Eastwood, queridinho da Academia. Ou talvez pela grande atuação de Bradley Cooper como o atirador que mais matou pessoas durante seu tempo na Marinha americana. Como é costume, Eastwood não usa o filme para fazer um discurso político direcionado (embora discursos políticos existam até em animações da Disney, né?). Maior bilheteria americana entre as indicações ao Oscar desse ano, o filme causou as mais variadas reações e opiniões nos Estados Unidos.

A TEORIA DE TUDO

a teoria de tudo indicados ao oscar

A cinebiografia do físico Stephen Hawking é a indicação romântica do ano. As boas atuações de Eddie Redmayne e Felicity Jones são o foco de “A Teoria de Tudo”, e renderam aos atores indicações em suas categorias. A Academia adora biografias e adora transformações visuais e físicas dos atores, e por isso o filme conquistou a simpatia e figura como um dos mais indicados. Mas não deve passar disso.

WHIPLASH

whiplash indicados ao oscar

Se “Birdman” é o típico filme de Oscar, “Whiplash” divide com “O Grande Hotel Budapeste” o título de filme com menos cara de Oscar entre os indicados. Mas isso está a seu favor. Produções matematicamente pensadas para conquistar a simpatia das premiações cansam. É importante a indicação de filmes que se bastam. E é esse o caso dessa produção, que conta a história de um jovem baterista e seus conflitos com o maestro da orquestra da qual ele faz parte. O Oscar de ator coadjuvante para J.K. Simmons já é quase garantido, e “Whiplash” deve mesmo parar por ali.

Conheceu todos os filmes? Então, faça suas apostas! O Prosa Livre fez as suas, para essa e para as outras categorias do Oscar. O próximo post de cinema da semana é sobre isso. Aguarde e (com sorte) ganhe uma ajudinha para o bolão do Oscar 2015.