“Orange Is The New Black” e a representatividade feminina

“Orange Is The New Black” e a representatividade feminina

Finalmente cedi. Após ficar órfão de duas séries – “Glee” e “Game of Thrones”-, eu fiquei sentindo falta de uma série que eu pudesse acompanhar fielmente. A internet toda me disse em todas as redes sociais: ASSISTA “ORANGE IS THE NEW BLACK”, mas achei que era exagero. E se tem algo que eu gosto, é provar a mim mesmo que eu estava errado. E eu estive.

orange is the new black

“Orange Is The New Black” é uma série original do Netflix, adaptada do livro de mesmo nome de Piper Kerman. A história é sobre a vida da própria autora (mas na ficção seu nome é Piper Chapman) e sua experiência na prisão; um universo completamente diferente de sua realidade.

O seriado é divertidíssimo. Assisto um episódio atrás do outro, não por conta da curiosidade (OK, não só isso), mas porque as personagens que compõe a trama não são somente engraçadas, mas são muito humanas. Você se identificaria fácil fácil com qualquer uma delas.

orange is the new black

Acho que é isso que faz do seriado um sucesso: suas personagens. Elas dão voz e cara a vários tipos de mulheres: gordas, magras, loiras, latinas, negras, novas e velhas, heterossexuais, bissexuais, lésbicas e até uma transexual (que é uma transexual na vida real! Quantas vezes vimos isso na televisão?). A representatividade feminina é fantástica, porque desconstrói esterótipos tão engessados em filmes e séries. Por exemplo: em quase todos os filmes as gordas sempre são representadas em papéis cômicos, comendo o tempo todo e fazendo trapalhadas. Em “Orange Is The New Black” elas são humanizadas, o que é fantástico!

orange is the new black

Além disso, acontecem flashbacks com as detentas, então, podemos acompanhar suas histórias antes da prisão e os motivos que as colocaram lá dentro, o que colabora ainda mais para a humanização de cada uma das personagens.

O seriado está na 2ª temporada e todos os episódios já estão no Netflix. Ou seja, dá para fazer uma maratona de “Orange Is The New Black” e depois ficar ansioso até a próxima temporada. A série é fantástica em todos os sentidos. Parabéns a todos os envolvidxs. Vou continuar ligado em OITNB e deixo a dica para quem ainda não viu: ASSISTA “ORANGE IS THE BLACK”!!

orange is the new black