O SAG Awards será apresentado por Kristen Bell e apenas mulheres entregarão os prêmios no evento

20. dezembro 2017 Cinema 1
O SAG Awards será apresentado por Kristen Bell e apenas mulheres entregarão os prêmios no evento

Se no Globo de Ouro as atrizes vestirão preto como forma de protesto contra o assédio sexual, no SAG Awards elas entregarão todos os prêmios do evento. Não só isso, a mestre de cerimônias também será uma mulher: Kristen Bell, que se torna a primeira apresentadora da história da premiação.

A iniciativa acontece depois da enxurrada de denúncias de abusos cometidas por homens poderosos em Hollywood, e demonstra um esforço do sindicato dos atores em não deixar um tema tão sério passar despercebido. Tradicionalmente, um homem é o apresentador do SAG Awards, enquanto um homem e uma mulher entregam juntos os prêmios.

Em 2018, isso vai mudar.

É de Kathy Connell a ideia de ter apenas mulheres apresentando a premiação. Ela supervisiona o evento desde 1995, quando ele teve início, e sugeriu a mudança depois de comparecer à Marcha das Mulheres, em janeiro, com sua filha.

“Eu participo muito do movimento das mulheres”, contou Connel ao jornal The New York Times. “As mulheres deram um grande passo à frente nesse último ano. Eu quero saudar todas as mulheres que se manifestaram em um momento muito difícil sobre temas espinhosos, correndo um grande risco contra elas mesmas”.

Kathy levou sua proposta para Sandra Dewey, presidente da Turner Broadcasting, responsável pelo evento, que deu sinal verde para a execução de sua ideia. Dessa maneira, as 13 categorias do SAG Awards serão entregues por mulheres, além do mestre de cerimônias também ser uma mulher.

“Culturalmente, sempre houve uma conversa sobre igualdade. Agora, há alguns grandes holofotes nessa discussão e, ouso dizer, uma pirotecnia no fundo”, disse Kristen Bell ao NYT. “Eu não sou a primeira apresentadora. Eu sou a primeira. O fato de que uma mulher foi escolhida pela primeira vez significa que meus genitais tornaram-se irrelevantes”.

Em 2017, a premiação foi marcada por discursos politizados, especialmente contra as medidas anti-imigração do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. E após tantas denúncias de assédio e abuso sexuais em Hollywood, é impossível que o SAG Awards não aborde os temas. Kristen Bell, contudo, ainda não sabe se falará sobre isso em seu monólogo.

“Uma premiação não é tão séria quanto uma conversa como essa merece ser”, disse a atriz do seriado “The Good Place”. “E essa noite celebrará as mulheres muito mais do que qualquer outra edição do SAG Awards. E, possivelmente, mais do que qualquer outra premiação já tenha feito”.

Pelo jeito, será preciso esperar para ver. O prêmio acontecerá no dia 21 de janeiro. Os indicados podem ser conferidos aqui.