O que os roteiristas de “Game of Thrones” estão fazendo com as narrativas de Sansa e Arya?

O que os roteiristas de “Game of Thrones” estão fazendo com as narrativas de Sansa e Arya?

[ESTE TEXTO CONTÉM SPOILERS DA MAIS RECENTE TEMPORADA DE “GAME OF THRONES”]

No próximo domingo (27), a HBO exibe o último episódio da sétima temporada de “Game of Thrones”. Foi um ano em de muitos acontecimentos, mas um deles era o mais aguardado de todos: o reencontro dos irmãos Stark. Sansa (Sophie Turner), Arya (Maisie Williams) e Bran (Isaac Hempstead-Wright) finalmente estão juntos novamente depois de seis temporadas.

Mas o que era para ser um momento de muita comemoração (para os personagens e para nós) está se tornando difícil de assistir, graças aos roteiristas de “GoT”. O que eles estão fazendo com os arcos de Sansa e Arya? As duas irmãs passaram por um inferno para manterem-se vivas, cada uma à sua maneira, cresceram e tornaram-se mulheres fortes, para finalmente se encontrarem e criarem novas diferenças entre elas.

É fato que as duas não se gostavam na primeira temporada. Por terem personalidades muito distintas, as duas meninas Stark viviam em pé de guerra. Mas ambas mudaram muito durante todos esses anos em que estiveram longe, o que poderia significar que elas uniriam forças quando estivessem juntas novamente.

Porém, exceto quando se viram pela primeira vez depois de tanto tempo nas criptas de Winterfell, Sansa e Arya têm criado uma animosidade entre elas, e que parece mais uma tentativa de criar um drama entre elas que não precisaria existir.

Desde o dia do reencontro, as duas não tiveram um momento para elas, para descobrir o que vivenciaram nessas seis temporadas que estiveram longe uma da outra. Pelo contrário, elas ficam distantes. A começar por Mindinho (Aidan Gillen), que tenta manipular as duas, especialmente Sansa. E isso, sinceramente, não faz qualquer sentido, uma vez que a mais velha dos irmãos Stark sabe que foi ele quem fez seu pai ser morto e foi ele, também, quem a fez se casar com o sádico Ramsay Bolton (Iwan Rheon).

Na última temporada, inclusive, ela chegou a dizer que “apenas um tolo confiaria em Mindinho”. Ela conhece bem aquele homem para confiar em qualquer coisa que ele diga ou faça. Então, por que Sansa continua dando ouvidos a ele, que não perde tempo em tentar colocá-la contra Arya? 

E Arya, que leu a antiga carta que sua irmã escreveu para seu falecido irmão Robb (Richard Madden), deveria saber melhor que Sansa foi obrigada a escrever aquelas palavras, em vez de acreditar cegamente que ela teria traído sua família. Estamos falando de uma menina que percorreu diversos cantos de Westeros, treinou pesado, planejou e matou pessoas, e que cai inocentemente em uma emboscada de Mindinho sem nem suspeitar de nada. Pior, ela ainda faz ameaças de morte à irmã. 

O site da revista TIME, contudo, teoriza que as duas irmãs estariam, na verdade, tramando contra Mindinho, usando o próprio jogo de manipulação dele para matá-lo. É uma interessante linha de pensamento a ser seguida, pois ela faz algum sentido: elas sabem que ele tentaria separá-las e, portanto, dariam a ele o que ele quer ver, para depois executá-lo. E nós, espectadores, veríamos tudo isso através da perspectiva dele, também acreditando que as duas estariam se desentendo mesmo.

É possível? É. E, sinceramente, é um desenrolar de uma trama que é mais interessante do que Sansa e Arya de fato estarem perto de brigarem e, possivelmente, matarem uma à outra. Caso elas venham mesmo a ter um confronto violento, será algo que em nada acrescentará à história das personagens e à evolução das duas nesses sete anos de “Game of Thrones”. 

Da forma como as coisas estão caminhando, parece que os roteiristas do seriado querem criar um conflito gratuito, apenas para chocar a audiência, tal qual fizeram quando Sansa foi estuprada. Depois de um começo de temporada no qual as mulheres demonstraram poder e resiliência em meio a um mundo extremamente machista, seria decepcionante se as duas irmãs terminassem odiando uma à outra. Vamos aguardar o último episódio, torcendo para que as duas garotas sejam mesmo aliadas, e não as inimigas que querem nos forçar a acreditar que são.


1 thought on “O que os roteiristas de “Game of Thrones” estão fazendo com as narrativas de Sansa e Arya?”

  • 1
    Flavia on 24/08/2017 Responder

    E mais uma vez os roteiristas não sabem representar personagens femininas na série. Se Sansa e/ou Arya estiverem armando para Mindinho, genial. Se não, virou novela da globo, em que mulheres são constantemente jogadas umas contra as outras por motivos idiotas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *