O filme “Estrelas Além do Tempo” já está inspirando meninas a entrar nas áreas de ciência e tecnologia

02. fevereiro 2017 Cinema 0
O filme “Estrelas Além do Tempo” já está inspirando meninas a entrar nas áreas de ciência e tecnologia

“Se ela pode ver, ela pode ser”.

Essa é uma frase dita pela atriz Geena Davis, que com seu instituto, luta por uma representação melhor das mulheres na mídia. E no caso do filme “Estrelas Além do Tempo”, essa afirmação não poderia ser mais verdadeira.

O longa, que chegou aos cinemas brasileiros hoje (2), conta a história de Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughan (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), três mulheres negras e matemáticas, as quais foram fundamentais para levar o primeiro americano para a órbita da Terra.

Ver mulheres – especialmente mulheres negras – trabalhando com ciência e tecnologia em produções de Hollywood é algo raro, assim como é no mundo real. Mas do que depender de “Estrelas Além do Tempo”, a figura pode começar a mudar. Isso porque o filme já tem inspirado meninas a seguir os passos das brilhantes mulheres que trabalharam na NASA.

“Estamos vendo o efeito acontecer nacionalmente”, afirmou o ator Aldis Hodge, que participa do longa, em conversa como site The Cut. “Temos feito constantemente painéis de ciência, tecnologia, engenharia, matemática, arte e design por todo país. Atualmente, eu estou trabalhando em um projeto, uma iniciativa voltada para esses assuntos, a qual foi feita na Casa Branca pela administração do Obama”.

Esse projeto é chamado de “Imagem de STEM” (uma abreviação para ciência, tecnologia, engenharia e matemática, em inglês), começado pela Dra. Knatokie Ford, ex-conselheira de ciência e tecnologia do governo de Barack Obama.

“Temos visto as pessoas arrecadarem dinheiro para levar essas meninas para ver o filme e promovendo-o. Fizemos um evento com a Megan Chernin [CEO de uma ONG para que trabalha com educação] chamado ‘Meninas que Constroem Los Angeles’, no qual exibimos o longa para 10 mil garotas. Ele gerou vida própria e muitas pessoas estão apoiando-o. Eu amo o fato de que muitas dessas meninas agora estão recebendo apoio para fazer o que gostam. É fantástico. Espero que isso continue”.

Mas essa não foi a única iniciativa para trazer a ciência e tecnologia para perto das meninas. Em janeiro, a 20th Century Fox e a ONG Black Girls Code, que trabalha para ajudar garotas de minorias étnicas a seguir carreira em C&T, se uniram para exibir “Estrelas Além do Tempo” gratuitamente em todo os Estados Unidos. Não só isso, um site foi criado para que elas compartilhassem como o filme as incentiva a seguir em frente e não desistir dos sonhos.

“A tecnologia faz parte das nossas vidas, mais do que imaginamos”, disse Valerie Allen, da Black Girls Code ao site Mic. “A tecnologia é o caminho para o futuro. É importante que nossas meninas se sintam incluídas e não sejam pouco representadas como as pessoas negras são na indústria da tecnologia”.

E fica aqui a nossa esperança de que “Estrelas Além do Tempo” possa inspirar garotas por aqui também!