Novo comercial da Natura celebra todas as possibilidades de ser homem

Novo comercial da Natura celebra todas as possibilidades de ser homem

Depois da Axe mudar a forma como se comunica com seu público masculino, a Natura decidiu seguir um novo caminho em seus comerciais. E um que ainda não é tão explorado pela publicidade brasileira: as diversas possibilidades de ser homem.

Ainda hoje, é muito comum ouvir que há um jeito ‘certo’ de ser homem, ou o ‘homem de verdade’: aquele que não chora, que não demonstra sentimentos, que é agressivo e precisa dar em cima de todas as mulheres, pois homem nenhum nega sexo. Esse é o tipo de mentalidade que não tem ajudado ninguém. Pelo contrário, o reforço dessa masculinidade tóxica faz mal tanto para as mulheres, quanto para os próprios homens.

Para se ter uma ideia, o índice de suicídio é maior entre homens do que entre as mulheres, e isso porque eles têm uma dificuldade muito maior em pedir ajuda. Já que precisam o tempo todo demonstrar ‘força’ e ‘virilidade’, muitos homens sentem que não podem desmoronar, e acabam tirando suas próprias vidas em vez de procurar algum apoio para seus problemas. No Reino Unido, por exemplo, já há campanhas de prevenção ao suicídio voltadas para homens, já que essa é a principal causa de morte entre aqueles com até 45 anos.

Ou seja, é um tema que merece visibilidade e discussão. E a Natura, por meio de seu novo comercial, quer ajudar a mostrar que homens são múltiplos e essas diferentes formas de ser e existir merecem ser celebradas.

“A masculinidade deve ser expressada por inteiro, de forma livre e sem julgamentos”, disse a empresa no Youtube. “É por isso que apresentamos Natura Homem, uma linha de produtos inovadores que celebra todas as maneiras de ser homem”.

O vídeo acima toca em vários estereótipos envolvendo a masculinidade, que acabam se transformando em uma jaula para o homem, o qual acaba reprimindo suas emoções e dando vazão à agressividade. “Ser homem é muito maior do que ser macho”, conclui o filme publicitário.

Nos comentários do comercial postado no Youtube, embora alguns deles tenham sido de apoio à iniciativa, outros fizeram críticas à proposta, afirmando que homens são apenas heterossexuais e que era por isso que iriam procurar outras marcas. O quão frágil a masculinidade pode ser?

Para ajudar o público a entender a importância de reconstruir a masculinidade, uma que permita o homem a explorar todas as formas de ser, a Natura fez uma página dedicada a explicar que homem de verdade é aquele que não precisa mascarar quem é.

“Temos — em nossas pluralidades — a possibilidade de viver de acordo com o que sentimos, vivenciamos, experimentamos”, diz a empresa. “Podemos seguir adiante com o que nos foi ensinado ou, se assim quisermos, também podemos redefinir o que é sucesso, o que é força e assim por diante. Os homens não precisam pensar fora da caixa. Eles podem existir e viver fora dela”.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *