“Mudbound” é um drama dirigido por uma mulher negra – e tem chances de concorrer ao Oscar

19. setembro 2017 Cinema 0
“Mudbound” é um drama dirigido por uma mulher negra – e tem chances de concorrer ao Oscar

Ava DuVernay não é a única cineasta negra trabalhando em Hollywood. É hora de conferir o trabalho de Dee Rees, diretora de “Mudbound”, um drama que aborda o racismo nos Estados Unidos depois da Segunda Guerra Mundial. E para sua sorte, já há um trailer para você assistir.

O longa é baseado no livro de mesmo nome, escrito por Hillary Jordan, e se passa no Mississípi da década de 40, durante a era Jim Crow. Nesse período, os estados do Sul dos EUA tinham a permissão realizar a segregação racial entre brancos e negros em estabelecimentos públicos e nas escolas. As leis que realizavam essa separação começaram a cair em 1954 e chegaram ao fim uma década depois, em 1964.

“Mudbound” reconta parte desse momento da história americana, apresentando duas famílias, uma branca, que vive em uma fazenda, e uma negra, que trabalha para a primeira. No trailer divulgado pela Netflix, é possível perceber que as histórias de ambas se cruzam, mostrando os personagens lutando contra a pobreza e as dificuldades desse período pós-guerra.

Além disso, a produção traz ainda dois personagens centrais, Jamie McAllan (Garrett Hedlund) e Ronsel Jackson (Jason Mitchell), os quais lidam com Transtorno de Estresse Pós-Traumático, em decorrência do conflito armado.

Esse pode ser o primeiro filme da Netflix a concorrer ao Oscar, já que a empresa de streaming está realizando uma campanha para levá-lo à premiação mais importante do cinema americano. Depois de ter estreado no começo do ano no Festival de Sundance, “Mudbound” foi exibido no Festival de Cinema de Toronto e irá para as telas de cinemas selecionados nos Estados Unidos. 

Segundo a diretora da obra, Dee Rees (que poderá se tornar a primeira negra indicada na categoria de Melhor Direção do Oscar), o longa tem um foco grande nos personagens e em seus dramas e dilemas.

“Meu foco é fazer o público se interessar pelos personagens, pois se você não se interessa neles, você não se importa para onde iremos”, disse a cineasta ao UpRoxx. “E eu queria que a audiência sentisse que, quando acharem que sabem sobre o que o filme é, ele muda. Quando você o abre, você pensa que é sobre esses dois irmãos. Isso por si só daria um filme. E, então, quando você vê essas sete pessoas que se unem e por que elas não conseguem fugir umas das outras, a lama se torna uma alegoria para raça e o tempo. É como se estivéssemos todos presos e atolados nela”.

Além de Garrett Hedlund e Jason Mitchell, também estão no elenco Carey Mulligan, Jonathan Banks, Mary J. Blige e Rob Morgan. “Mudbound” chega à Netflix no dia 17 de novembro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *