Lorde conta como lidou com o bullying na internet: “aquilo poderia me fazer mal”

Lorde conta como lidou com o bullying na internet: “aquilo poderia me fazer mal”

Sabe qual mulher escapa de comentários maldosos sobre sua aparência na internet? Nenhuma, nem mesmo a Lorde, que lançou hoje (16) seu mais novo álbum, o “Melodrama”, que sucede o aclamado “Pure Heroine”, de 2013.

Capa da revista NME, a cantora contou que teve de lidar com o bullying na internet logo que estourou com a música “Royals”, aos 16 anos.

“Eu me lembro desses jovens online, acho que eu bati as pessoas preferidas deles ao conseguir o primeiro lugar, e eles diziam: ‘ela que se foda. Ela tem olhos muito separados’. Eu me lembro de pensar: ‘nossa, como eu cheguei até aqui sem saber que meus olhos são muito separados?'”, disse a neozelandesa. “Eram coisas esquisitas assim. Mas eu consegui voltar para minha família e me proteger dessas coisas para estar onde estou hoje. Eu me sinto confortável comigo mesma”.

Mas não foram apenas os trolls na internet que a julgavam pelo seu corpo, mas a indústria musical também, um dos preços cobrados pela fama.

“Aquilo [o sucesso] mexeu comigo e poderia me fazer mal, sabe? Eu me lembro de me fazerem ter consciência sobre minha aparência e meu corpo de uma maneira que nunca tinha visto antes”, contou Lorde, acrescentando que não liga em ser menos famosa hoje do que quando surgiu há quatro anos. “Quando [a fama] aconteceu, eu fiquei deslumbrada. Mas isso foi há muito tempo. Comecei a ficar menos famosa desde que ‘Royals’ foi um hit, o que não é um problema para mim. Eu sou ruim em ser famosa. E tudo bem”.

Não foi a primeira vez, contudo, que ela falou sobre as pressões para se encaixar em padrões de beleza. Em 2014, capa da revista Teen Vogue, ela já fazia críticas ao ambiente em que estava inserida.

“Há muitas expectativa nessa indústria sobre ser de uma certa maneira e ter um determinado apelo. Eu não jogo esse jogo”.

E levando em conta que ela já venceu dois prêmios Grammy, fez a curadoria da trilha sonora de “Jogos Vorazes”, uma das maiores franquias cinematográficas dos últimos tempos, e lançou um dos discos mais aguardados deste ano, dá para dizer afirmar com segurança que Lorde está indo muito bem, obrigado. Os trolls são muito pequenos perto do sucesso dela.

Indo além, mesmo que ela não queira ser famosa, ela vai ficar nas nossas playlists por muito tempo!

Leia a entrevista completa no site da NME.

Tags:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *