Liberado primeiro trailer de “Carol”, filme estrelado por Cate Blanchett

17. agosto 2015 Cinema 2
Liberado primeiro trailer de “Carol”, filme estrelado por Cate Blanchett

Foi divulgado hoje o primeiro trailer de “Carol”, filme estrelado pela atriz Cate Blanchett. No longa, somos transportados para a cidade de Nova York dos anos 50, e conhecemos a personagem que dá nome à obra, uma mulher casada que se apaixona pela jovem Therese (Rooney Mara), uma operadora de caixa em uma loja. As duas vivem então um intenso caso de amor.

No pequeno vídeo liberado, há poucas falas. O que chama atenção são as trocas de olhares, os gestos e a beleza da cidade americana de 60 anos atrás. O trailer destaca a música “My Foolish Heart”, cantada por Margaret Whiting, que fez muito sucesso entre as décadas de 40 e 50.

“Carol” é uma adaptação do livro “The Price of Salt” (em português, a obra leva o mesmo nome do filme), escrito por Patricia Highsmith, utilizando o pseudônimo Claire Morgan, ainda nos anos 50. A obra chocou ao retratar um romance entre duas mulheres com um final feliz para as protagonistas, diferente de outras produções que retratavam amores entre pessoas do mesmo sexo.

“Eu o li [livro] há alguns anos, quando eu filmava uma pequena participação em outro filme de Highsmith, ‘O Talentoso Ripley'”, contou Cate Blanchett ao Entertainment Weekly. “Foi o primeiro romance homossexual onde ninguém se mata ou consegue redenção através do amor de uma boa pessoa heterossexual. Independente de preferência sexual, é honesto sobre apaixonar-se”.

O filme é dirigido por Todd Haynes, diretor de ‘Não Estou Lá’ e ‘Longe do Paraíso’. Em entrevista ao Huffington Post, ele fala sobre a obra, que levou anos para ir aos cinemas. “Carol é o emblema da classe privilegiada”, comenta Haynes. “Uma manifestação perfeita do glamour feminino e elegância, que desarma Therese, e a deixa curiosa para saber quem ela é. Nesse filme, estamos sempre vendo a partir do ponto de vista do personagem mais amoroso: a pessoa desamparada. Filmamos através de vidros, para fazer você sentir como se estivesse olhando e sendo visto, com pessoas posicionadas nos dois lados do vidro. Quando pensamos em nossos casos amorosos, nossas maiores lembranças são aquelas em que você se coloca no lado do mais frágil e desejoso”.

Phyllis Nagy, amiga da autora de “Carol”, Patricia Highsmith, é quem escreveu o roteiro. O primeiro rascunho do filme foi escrito por ela há mais de uma década. “Pense no clima há 15 anos sobre filmes centrados em mulheres, mas que não eram comédias. Se fosse uma comédia de amigos, teria sido mais fácil”, revelou Nagy ao Deadline. “Não havia nem as poucas produções centradas em mulheres que vemos hoje. Tivemos duas protagonistas e nosso terceiro papel secundário também era feminino. Havia papéis bacanas para homens, mas eles não eram protagonistas”, explica a roteirista pelo tempo de “geladeira” do projeto.

Lançado no Festival de Cannes deste ano, o filme ganhou o Queer Palm no evento, e recebeu ótimas críticas. “Carol” estreia no dia 20 de novembro nos cinemas americanos.