Lady Gaga possui um recado especial para jovens com ansiedade e depressão

16. outubro 2015 POP 1
Lady Gaga possui um recado especial para jovens com ansiedade e depressão

Lady Gaga e Elton John estampam a mais recente edição da revista Billboard, onde falam sobre seus projetos filantrópicos. O cantor britânico, desde 1992, possui uma instituição que arrecada fundos para o tratamento e prevenção da AIDS no mundo. Já a Mother Monster trabalha com jovens LGBT que sofrem bullying, através da Born This Way Foundation, fundada com sua mãe, Cynthia Germanotta, em 2011.

Além do bullying, doenças mentais fazem parte da realidade de milhares de homossexuais e pessoas trans, o que levou a fundação de Lady Gaga a criar iniciativas para que esses jovens não precisem cometer atos extremos, como o suicídio. Um estudo da Unicamp constatou que pessoas LGBT possuem uma tendência maior para desenvolver transtornos mentais, como a depressão, por conta da discriminação.

“Esta fundação foi criada a partir dos anos em que passei assistindo aos meus fãs crescerem. Muitos deles eram novos: de 11 a 17 anos, vivendo tempos tumultuados”, explicou a cantora para a Billboard, admitindo acompanhar as histórias deles. “Conforme comecei a me importar com eles, comecei a me ver neles. Senti que eu tinha que fazer algo para lembrá-los de que não estão sozinhos. Quando eles sentem-se isolados, isso é o que os leva ao suicídio”.

Doenças mentais não são algo distante da cantora, que revelou ter vivido o mesmo durante a sua vida. Aliás, como ela mesma conta, a depressão e ansiedade ainda a acompanham até hoje. “Ainda sofro com isso todos os dias. Eu só quero que essas crianças saibam que a profundidade que elas sentem enquanto seres humanos é normal. Nós nascemos assim. Essa coisa moderna, onde todos estão sentindo-se superficiais e menos conectados? Isto não é humano”.

“A depressão e a ansiedade as conectam. Há algo na forma como agimos agora, com nossos celulares e as pessoas não estarem olhando uma para a outra e não estarem no momento umas com as outras, o que deixa esses jovens isolados. Elas leem toda essa linguagem cheia de ódio na internet. A internet é como uma privada. Costumava ser uma fonte fantástica, mas você precisa vasculhar a merda para achar algo bom.

Essas crianças só querem sentir-se humanas, mas sentem-se como robôs. Elas não entendem o motivo para estarem tão tristes. Há razões científicas, pesquisadas pela fundação, para você sentir-se triste quando olha para o celular o dia todo”.

Lady Gaga também comentou sobre “Till It Happens To You”, música feita para o documentário “The Hunting Ground”, que denuncia a falta de ação das universidades americanas com casos de abuso sexual que ocorrem dentro das instituições. A própria Mother Monster revelou ter sido vítima de estupro aos 19 anos.

“É difícil de ouvir a canção, é difícil de assistir ao vídeo. Diane [Warren, co-autora da faixa] segurou minha mão. Eu disse ‘Diane, eu já fiz várias coisas, mas será que consigo fazer isso?’ Ela respondeu, ‘você consegue’. Foi extremamente catártico saber que eu não estou sozinha, mas que outras mulheres e homens não estão sozinhos, temos todos uns aos outros. Mesmo fora da cultura de estupro, há muitas pessoas quietas em sua dor, por causa de coisas muito traumáticas”, afirmou a artista, que contou ter chorado durante toda a gravação de “Till It Happens To You”.

Estima-se que uma a cada cinco estudantes serão abusadas dentro das faculdades. 19% das alunas, em seu primeiro ano de faculdade, foram vítimas ou sofreram tentativa de estupro, seja por força ou por estarem incapacitadas de consentirem por estarem embrigadas ou drogadas.

Para conferir toda a entrevista de Lady Gaga à Billboard, clique aqui.

Lady Gaga possui uma mensagem para jovens que sofrem com ansiedade e depressão