Kesha fez a performance mais emocionante do Grammy Awards

29. Janeiro 2018 POP 2
Kesha fez a performance mais emocionante  do Grammy Awards

Kesha viveu um longo pesadelo desde que processou o produtor Dr. Luke por abusos sexuais, físicos e emocionais, mas deu sua volta por cima no ano passado, quando lançou “Rainbow”, seu primeiro álbum desde 2012.

O primeiro single de sua nova era foi “Praying”, uma poderosa canção que narra sua jornada de dor e cura que viveu, também indicada ao Grammy Awards. Além da música, a cantora também viu seu álbum na disputa pelo prêmio de Melhor Álbum Pop. Infelizmente, ela perdeu os dois gramofones dourados para Ed Sheeran (jamais vamos perdoar o Grammy por isso), mas ao menos fez uma das melhores performances da premiação.

Antes de se apresentar, Janelle Monáe foi ao palco introduzi-la, fazendo um discurso sobre o movimento das mulheres pelo fim do assédio sexual e pela igualdade de gênero.

“Nessa noite, eu tenho orgulho de manifestar solidariedade, não apenas como artista, mas como uma jovem mulher com minhas irmãs, as quais fazem parte da indústria da música: artistas, compositoras, assistentes, publicitárias, CEO, produtoras, engenheiras e mulheres de todos os setores desse negócio. Nós também somos filhas, esposas, mães, irmãs e seres humanos “, começou a artista. “Nós viemos em paz, mas nós falamos de negócios. E para aqueles que ousaram tentar nos silenciar, nós oferecemos duas palavras: já chega. Nós dizemos já chega para a desigualdade salarial. Já chega de discriminação. Já chega de assédio de qualquer forma. E já chega de abuso de poder, pois isso não acontece apenas em Hollywood, não é só em Washington. É aqui também, na nossa indústria. E assim como temos o poder de moldar a cultura, nós também temos o poder de desfazer a cultura que não nos serve direito. Por isso, vamos trabalhar juntos”.

“Mulheres e homens, unidos na indústria musical, comprometidos em criar um ambiente de trabalho seguro, pagamento igualitário e acesso para todas as mulheres. E assim como acontece frequentemente com os artistas, nossa próxima cantora incorpora a grande tradição de entregar importantes mensagens sociais. Essa corajosa indicada a dois Grammys inspira a tantos de nós, incluindo a mim, quando ela falou sua verdade em seu álbum ‘Rainbow’, que está indicado a Melhor Álbum Pop desta noite”.

Em seguida, Kesha surgiu com um microfone dourado, acompanhada por Cindy Lauper, Camila Cabello, Julia Michaels, Bebe Rexha e Andra Day. Todas as mulheres vestiram branco e cantaram o hit “Praying”, terminando a performance com um abraço em grupo. Foi impossível segurar a emoção e, ao final, estávamos todos enxugando as lágrimas, igual a Hailee Steinfeld.

Veja abaixo. Ela pode não ter ganho o Grammy, mas com certeza levou todos os corações para casa.