Kerry Washington quer tirar das sombras o abuso financeiro contra as mulheres

Kerry Washington quer tirar das sombras o abuso financeiro contra as mulheres

Pelo terceiro ano consecutivo, Kerry Washington é a embaixadora da campanha Purple Purse (Bolsa Roxa), da Allstate Foundation, que arrecada dinheiro para organizações que prestam apoio às vítimas de violência doméstica e abuso financeiro.

“O abuso financeiro é uma arma invisível. Não é algo que pensamos”, disse a atriz à revista People. “Podemos ver olhos roxos e contusões, e acho que pensamos muito no abuso emocional. Todas essas coisas são válidas, mas ao saber que o abuso financeiro é a maior razão para que as mulheres fiquem e não se libertem, é muito importante fazer algo a respeito, porque destrava soluções para as outras áreas também.”

Quando tomamos conhecimento de algum caso de violência doméstica, é comum perguntarmos por qual motivo a vítima não deixou o parceiro para trás e foi embora. A verdade é que não há resposta fácil. Existem vários motivos que levam uma mulher a permanecer em um relacionamento tóxico, entre eles, o abuso financeiro, que é caracterizado pelo controle da mulher através do dinheiro.

A manipulação é feita de forma que a vítima perca sua independência, impossibilitando que ela vá embora, dependendo de seu agressor para sobreviver. Segundo a National Network for Ending Domestic Violence, uma organização que luta pelo fim da violência doméstica, o abuso financeiro está presente em 98% dos casos de violência doméstica.

“Quem sofre este tipo de violência tem dificuldades para livrar-se das relações abusivas porque a privação da independência financeira é um dos elementos de repressão”, esclarece o site Finanças Femininas. “É através da dependência financeira que os agressores mantêm as mulheres presas a relacionamentos abusivos, pois a falta de recursos impede que elas se libertem da relação”

E a Purple Purse quer jogar uma luz sobre esse problema, que embora muito comum em casos de violência doméstica, não recebe tanta atenção. Para levar a conversa para as redes sociais, um vídeo que ilustra a questão foi criado, bem como uma hashtag, a #FreeToWalk (“Livre Para Caminhar”).

Kerry Washington, além de rosto, também desenhará uma bolsa para a campanha. Contudo, a atriz diz que o objetivo é não precisar mais criá-las.

“A meta é acabar mesmo com o ciclo de abuso. Ter uma Bolsa Roxa é algo somente estético, não é para fazer a diferença e mudar vidas através da moda”, concluiu a artista à revista People.