Kelly Rowland vai lançar linha de maquiagem para as “garotas cor de chocolate”

04. abril 2016 Estilo 0
Kelly Rowland vai lançar linha de maquiagem para as “garotas cor de chocolate”

Kelly Rowland pode estar ocupada gravando um novo álbum e trabalhando em um novo programa de televisão, mas a cantora ainda encontra tempo para fazer negócios. Recentemente, a artista revelou que está trabalhando na criação de uma linha de maquiagens para mulheres negras.

“Minha maquiadora, Sheika Daley, e eu estamos começando uma linha de maquiagem. Estamos começando com cílios e depois vamos expandi-la para todas as mulheres”, contou a artista à revista Essence. “Mas, definitivamente, vamos garanti-las para as garotas cor de chocolate. Precisamos das garotas cor de chocolate! Precisamos fazer isso. Acho que a Iman [marca de cosméticos] fez uma linda linha e eu quero fazer também.”

E embora a notícia não soe como uma novidade, afinal de contas, outras cantoras como Lorde, Demi Lovato e Rihanna já assinaram linhas de cosméticos anteriormente. Contudo, o interesse de Kelly Rowland em lançar os produtos especificamente para mulheres negras é o verdadeiro diferencial. Isso porque elas têm uma dificuldade maior em encontrar maquiagem para seus mais variados tons de pele.

“As empresas tendem a parar na [atriz] Kerry Washington”, disse Aretha Busby, antiga diretora da revista Essence, ao New York Times.”Eu gostaria de vê-las trabalhar com dois ou três tonalidades mais escuras.”

E esse não é um problema exclusivo dos Estados Unidos, embora exista uma variedade um pouco maior de maquiagens para negras por lá. No Brasil, país onde mais de 50% da população se identifica como preta ou parda, as mulheres enfrentam o mesmo desafio na hora de comprar maquiagem, sendo mais difícil ainda encontrar itens nacionais, os quais têm preços mais acessíveis. Marcas estrangeiras oferecem mais tipos de bases, por exemplo, mas são mais caras. Segundo reportagem do jornal Folha de São Paulo, uma base da M.A.C. custa R$ 119, enquanto uma da Make Up Forever sai por R$ 177. A Lancôme ainda oferece bases para peles negras, mas alguns tons mais escuros são encontrados apenas no exterior.

Entretanto, a dificuldade em encontrar a maquiagem certa para seu tom de pele não é o único problema enfrentado por essas mulheres. Há, também, o despreparo dos profissionais no cuidado com a pele negra, algo que Kelly Rowland sabe bem, e que deve ajudá-la na criação de sua linha.

“Eu me lembro de ir à Europa e encontrar uma maquiadora. Eu sou da cor de chocolate e ela me deixou rosa”, recordou a artista em entrevista à revista People. “E ela tentou de novo e me deixou verde. E, depois, eu fiquei muito mais clara do que eu sou.”

Infelizmente, a cantora não foi a primeira e, tampouco será a última a fazer esse tipo de reclamação. No ano passado, a modelo do Sudão do Sul, Nykhor Paul, pediu às “queridas pessoas brancas do mundo da moda” um preparo maior ao cuidar da pele negra, assim como fez a modelo Leomie Anderson, a qual levou sua própria base para um desfile, pois a maquiadora não possuía uma em seu tom de pele.

Dear white people in the fashion world! Please don't take this the wrong way but it's time you people get your shit right when it comes to our complexion! Why do I have to bring my own makeup to a professional show when all the other white girls don't have to do anything but show up wtf! Don't try to make me feel bad because I am blue black its 2015 go to Mac, Bobbi Brown, Makeup forever, Iman cosmetic, black opal, even Lancôme and Clinique carried them plus so much more. there's so much options our there for dark skin tones today. A good makeup artist would come prepare and do there research before coming to work because often time you know what to expect especially at a show! Stop apologizing it's insulting and disrespectful to me and my race it doesn't help, seriously! Make an effort at least! That goes for NYC, London, Milan, Paris and Cape Town plus everywhere else that have issues with black skin tones. Just because you only book a few of us doesn't mean you have the right to make us look ratchet. I'm tired of complaining about not getting book as a black model and I'm definitely super tired of apologizing for my blackness!!!! Fashion is art, art is never racist it should be inclusive of all not only white people, shit we started fashion in Africa and you modernize and copy it! Why can't we be part of fashion fully and equally?

A post shared by Nykhor-Nyakueinyang Paul 🇸🇸🇺🇸 (@nykhor) on

Muitas vezes, maquiadores misturam tons de base para que o resultado seja o mais próximo da cor das pele da modelos negras. Em algumas situações, elas chegam a trabalhar de “cara limpa”. “Na maioria dos trabalhos, os maquiadores fazem uma maquiagem mais pesada no olho, passam batom e pronto”, explicou Nerida Cocamaro à Folha de São Paulo.

Falar sobre cosméticos não precisa ser, necessariamente, uma conversa sobre coisas futilidades. A maquiagem também empodera e serve, em muitos casos, como uma forma de expressão e de criatividade. E no caso de mulheres negras, ter produtos para elas ajuda a romper com a invisibilidade a qual estão submetidas, já que não fazem parte do padrão de beleza eurocêntrico, como também não são vistas como consumidoras – ou até mesmo como pessoas.

Embora o uso da maquiagem possa ser considerado uma arma do capitalismo para lucrar com a insegurança das mulheres, é preciso levar em consideração a consciência e a decisão pessoal de cada uma, além de quem está utilizando-a.

Ainda não se sabe quando a linha de maquiagem de Kelly Rowland será lançada, mas é certo que já há muita gente esperando pelo vem por aí.