Kathryn Bigelow volta aos cinemas com “Detroit”, filme que deve formar discussões sobre raça

12. Abril 2017 Cinema 0
Kathryn Bigelow volta aos cinemas com “Detroit”, filme que deve formar discussões sobre raça

Em 2010, Kathryn Bigelow fez história: naquele ano, ela se tornou a primeira mulher a ganhar um Oscar na categoria de Melhor Direção, com o filme “Guerra ao Terror”. De lá para cá, a cineasta manteve-se (infelizmente) como a única mulher a vencer o prêmio e fez apenas mais um longa-metragem, “A Hora Mais Escura”, protagonizado por Jessica Chastain.

Mas se você sentiu falta da diretora, saiba que ela está prestes a retornar às telonas do cinema com “Detroit”, produção que traz John Boyega (“Star Wars”) em um dos papéis principais. Em tempos em que conversas sobre racismo tem tomado conta dos noticiários americanos e internacionais, a produção deve dar continuidade a essa discussão tão necessária.

O filme oferece um olhar sobre um período conturbado dos Estados Unidos: os protestos raciais que aconteceram na cidade de Detroit, em julho de 1967, e que duraram 5 dias. De acordo com o Refinery29, as manifestações ocorreram depois que a polícia atacou um bar que fazia um evento para militares, mas não tinha licença para funcionar. Para controlar a situação, o então presidente dos EUA, Lyndon Johnson, enviou o exército para a cidade. Foram 43 mortes, mais de mil pessoas feridas e cinco mil desabrigados.

Além de Boyega, que vive um policial no filme, estão no elenco John Krasinski (“13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi”), Algee Smith (“Na Batida do Coração”), Jacob Latimore (“Maze Runner: Correr ou Morrer”), Jason Mitchell (“Kong: A Ilha da Caveira”), Hannah Murray (“Game of Thrones”), Kaitlyn Dever (“Justified”), Jack Reynor (“Sing Street”), Ben O’Toole (“Até o Último Homem”) e Ephraim Syke (“Luke Cage”).

O roteiro é de Mark Boal, que trabalhou com Kathryn Bigelow em “Guerra ao Terror” e “A Hora Mais Escura”.

“Detroit” estreia nos Estados Unidos no dia 4 de agosto. Assista ao trailer abaixo:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *