Jane Fonda vai a protesto contra construção de oleoduto e serve refeições aos manifestantes

28. novembro 2016 Famosos 0
Jane Fonda vai a protesto contra construção de oleoduto e serve refeições aos manifestantes

Nos Estados Unidos, celebra-se na quarta quinta-feira do mês de novembro o feriado de Ação de Graças, data na qual as famílias se reúnem em suas casas para agradecer as conquistas do ano que vai se encerrando.

Contudo, nem todos os americanos celebram o feriado, isso porque sua origem é complicada. Para encurtar a história: enquanto é propagado que tudo começou com a partilha de uma refeição entre peregrinos europeus e indígenas, a data teria começado com a comemoração da morte de centenas de indígenas por um grupo de europeus. Ou seja, para a população nativo-americana, o dia de Ação de Graças é, na verdade, um dia de luto.

E neste ano, além de lembrar os mortos, eles ainda tiveram que lutar por suas terras. É que na reserva indígena de Standing Rock, no Estado da Dakota do Norte, está sendo construído um oleoduto, que, segundo a tribo Sioux, passará por suas terras sagradas e pode poluir sua única fonte de água potável. O empreendimento, chamado de Dakota Access Pipeline, atravessaria quatro estados americanos, levando petróleo bruto para uma refinaria perto da cidade de Chicago.

Vários protestos têm acontecido no local. A atriz Shailene Woodley, da saga “Divergente”, tem participado de vários deles, tendo sido presa uma vez, acusada de invasão criminosa. Diversos manifestantes têm feito atos pacíficos constantes, mas são repreendidos pela força policial, que tem usado força excessiva para contê-los. A Organização das Nações Unidas (ONU) denunciou os maus tratos, chamando a atenção para a escalada de presos nas manifestações e as péssimas condições em que eles estão sendo mantidos. Uma relatora especial da ONU para o direito dos povos indígenas, Victoria Tauli-Corpuz, pediu a interrupção das obras em setembro, mas elas seguem em funcionamento.

Portanto, no feriado de Ação de Graças, enquanto a maioria dos americanos comemorava a data em família, centenas de pessoas se reuniram em Standing Rock para protestar contra a construção da Dakota Access Pipeline. Entre elas, estavam as atrizes Shailene Woodley e Jane Fonda, estrela do seriado “Grace & Frankie”. A segunda, que também vinha manifestando-se contra o oleoduto nas redes sociais, é conhecida por defender causas humanitárias: além de ter apoiado o movimento de direitos civis dos negros e da população indígena nos Estados Unidos, ela também se opôs à guerra no Vietnã.

Segundo o site Indian Country Today Media Network, Fonda doou sete bisões para um jantar para as pessoas que estão protestando em Standing Rock. Ela também ajudou a servir as refeições, que foram realizadas em uma escola comunitária. De acordo com a a atriz, pessoas como ela, que ajudam os manifestantes de alguma maneira, “recebem mais do que dão”, por conta das orações, resiliência e esperança dos indivíduos presentes nos atos contra o oleoduto.

“Raramente vi tanto amor, gratidão, determinação e resiliência”, afirmou a artista. O site KRON 4 informa que 2.500 pessoas, entre ativistas e indígenas, participaram do jantar, que foi preparado com ingredientes indígenas.

“Eu estou aqui para apoiar Standing Rock. É incomum o que está acontecendo aqui: faz séculos desde que tantas tribos se uniram em orações, em paz e sem violência para proteger suas terras sagradas e suas águas”, disse Jane Fonda em entrevista ao ICTMN. “Precisamos cuidar da Terra e os nativo-americanos estão liderando o caminho. E é melhor que nós os escutemos”.