“Hoje Eu Quero Voltar Sozinho” e os comentaristas de internet na sala do cinema

11. novembro 2014 Cinema 0

O texto contém SPOILER.

Ontem resolvi aproveitar o ‘Projeta Brasil‘, da Rede Cinemark, e fui ao cinema prestigiar nosso cinema nacional. A intenção era assistir ao filme ‘Rio, eu te amo’, mas ele não estava em cartaz e a minha segunda opção, ‘Tim Maia’, estava com os ingressos esgotados. Um amigo me indicou e fui conferir ‘Hoje Eu Quero Voltar Sozinho’, do Daniel Ribeiro. Que filme gostoso de assistir.

O filme conta a história do jovem cego Leonardo, que no decorrer do filme descobre que está apaixonado por seu novo amigo Gabriel. São raros os filmes que contam histórias de pessoas cegas; agora, filmes com personagens cegas e homossexuais são bem mais raros ainda. Achei o filme bem honesto, a descoberta da sexualidade e os perrengues da adolescência são retratados de uma forma bem natural. No entanto, o que me deixou bem maluco da cabeça foram os comentários de quem estava ali para assistir ao filme.

hoje eu quero voltar sozinho

“Hoje Eu Quero Voltar Sozinho” não é um filme novo, recebeu bastante publicidade e ainda foi escolhido como representante brasileiro no Oscar do ano que vem. Ou seja, é meio impossível não saber sobre o que o filme se trata. Ainda que exista qualquer desavisado, não é concebível alguém gastar tempo e dinheiro para fazer comentários homofóbicos durante o filme. E em voz alta.

Antes mesmo de qualquer beijo, toque, ou qualquer coisa que poderia causar “repulsa”, um grupo de 5 rapazes levantou e foi embora. Talvez não tenham gostado do filme, o que é um direito deles, mas não tenho como não imaginar se eles sairiam caso o filme fosse sobre um casal heterossexual.

tumblr_n185d85eUv1r3ifxzo2_500

Uma das cenas mais emblemáticas é quando o personagem principal, Leonardo, veste o moletom de Gabriel, que o esqueceu em sua casa, para sentir o cheiro do garoto. Apaixonado e desejando o amigo, Léo se masturba. Essa cena foi o pontapé inicial para os risos, aos comentários, que reunidos, abafaram a voz dos personagens do filme. Sério. O respeito foi embora e deu lugar às “piadas” sobre os homossexuais.

Outra cena que rendeu mais comentários foi o momento em que Gabriel rouba um beijo de Leonardo e depois vai embora envergonhado. “SERIA MELHOR BEIJAR O CACHORRO” gritou um cara atrás de mim, pois a melhor amiga do personagem principal, Giovana, o salva de uma brincadeira de péssimo gosto, onde colocariam Leonardo para beijar um cachorro. Sim, um beijo entre duas pessoas do mesmo sexo é tão “nojento” para algumas pessoas, que elas ainda preferem ver qualquer outra coisa.

Há ainda uma cena de nudez, e que nem mostra muita coisa, mas que também foi alvo de muita gritaria e histeria. Enfim, a visibilidade dos homossexuais, que já é baixa nas produções cinematográficas e televisivas, ainda não é tratada com naturalidade por quem as assiste; o que só reforça a necessidade de mais filmes com a temática, para que possamos combater a homofobia e todos esses comentários preconceituosos, dirigidos contra quem desafia o padrão social, somente para ter o direito de amar sem ser incomodado. Manda mais beijo gay, que tá pouco ainda!

tumblr_n8awedCgkN1s25jg6o6_500

Tags: