Guia de favoritos ao Emmy 2018

14. setembro 2018 Televisão 0
Guia de favoritos ao Emmy 2018

A grande premiação da TV americana está chegando: o Emmy acontece na próxima segunda, dia 17 de setembro, e é claro que nós vamos dar nossos palpites nas principais categorias. Mas preste atenção, vamos deixar dois “palpites”: um de quem nós queremos que ganhe o prêmio e outro com a nossa aposta de quem realmente irá ganhar (baseado no que os críticos e especialistas da televisão americana estão falando):

Melhor Série Drama


“Stranger Things”
“Game of Thrones”
“The Crown”
“The Handmaid’s Tale”
“This Is Us”
“Westworld”
“The Americans”

“Stranger Things”, “The Crown”, “This is Us” e “Westworld” poucas chances têm esse ano. “Game of Thrones”, apesar de ter tido uma 7ª temporada fraca, é uma das grandes favoritas apenas pelo peso que o nome da série carrega e por já ter levado essa categoria em suas duas temporadas anteriores. “The Handmaid’s Tale” ganhou no ano passado e permanece forte em seu 2º ano, apesar de parte da crítica e público não ter gostado dos caminhos que a série tomou no último episódio da temporada. “The Americans” nunca levou essa categoria e essa será sua última chance, já que a 6ª temporada foi a última da série. Ela vem sendo aclamada pela crítica, e apesar de não estar com chances tão fortes como as outras duas séries, pode acabar correndo por fora e levar o prêmio.

A torcida do Prosa Livre vai para: “The Handmaid’s Tale”
Quem provavelmente irá ganhar: “The Handmaid’s Tale”

Melhor Atriz Drama


Claire Foy (“The Crown”)
Elisabeth Moss (“The Handmaid’s Tale”)
Evan Rachel Wood (“Westworld”)
Keri Russell (“The Americans”)
Sandra Oh (“Killing Eve”)
Tatiana Maslany (“Orphan Black”)

Elisabeth Moss ganhou ano passado e continua sendo a favorita para levar mais uma vez neste ano. Sandra Oh arrasa na atuação em uma série que deveria ter sido mais indicada, além disso, ela é a primeira atriz de origem asiática a concorrer nessa categoria (lembrando que a primeira mulher negra a vencer foi Viola Davis em 2015). Tatiana Maslany e Keri Russell estão em suas últimas indicações por suas séries (o Emmy gosta de premiar atores em seus últimos anos), mas Tatiana Maslany já levou em 2016, pela 4ª temporada de “Orphan Black”, já Keri Russell nunca levou o prêmio. Apesar de não ser o último ano de “The Crown”, também é a última chance de Claire Foy, pois haverá um salto temporal na série e o elenco será todo mudado.

A torcida do Prosa Livre vai para: Sandra Oh (“Killing Eve”)
Quem provavelmente irá ganhar: Elisabeth Moss (“The Handmaid´s Tale”)

Melhor Ator Drama


Matthew Rhys (“The Americans”)
Sterling K. Brown (“This Is Us’)
Milo Ventimiglia (“This Is Us”)
Jeffrey Wright (“Westworld”)
Jason Bateman (“Ozark”)
Ed Harris (“Westword”)

Sterling K. Brown e Milo Ventimiglia com certeza são os dois grandes favoritos com suas emocionantes atuações em “This is Us”. Jeffrey Wright e Ed Harris tiveram boas atuações na 2ª temporada de “Westworld”, mas provavelmente não levarão. Jason Baterman foi bem elogiado por sua performance em “Ozark”, principalmente pelo fato de o ator até então só ter sido visto em papéis cômicos. Mas quem pode correr por fora e roubar o favoritismo dos atores de “This is Us” é Matthew Rhys, já que concorre pela última vez por “The Americans”.

A torcida do Prosa Livre vai para: Sterling K. Brown (“This is Us”)
Quem provavelmente irá ganhar: Sterling K. Brown (“This is Us”)

Melhor Atriz Coadjuvante Drama


Ann Dowd (“The Handmaid’s Tale”)
Alexis Bledel (“The Handmaid’s Tale”)
Yvonne Strahovski (“The Handmaid’s Tale”)
Millie Bobby Brown (“Stranger Things”)
Thandie Newton (“Westworld”)
Lena Headey (“Game of Thrones”)
Vanessa Kirby (“The Crown”)

Apesar do bom desempenho das outras atrizes, aqui não há dúvida que a disputa ficará entre as três de “The Handmaid’s Tale”. Ann Dowd já venceu ano passado por sua atuação como Tia Lydia, e tem chances de levar pelo segundo ano consecutivo. Alexis Bledel ano passado também levou um Emmy para casa por esse papel, mas na categoria de Atriz Convidada. Yvonne Strahovski não foi sequer indicada em 2017, mas tem tudo para levar o prêmio para casa esse ano, pois sua atuação como Serena foi uma das coisas mais elogiadas na 2ª temporada de “The Handmaid’s Tale”.

A torcida do Prosa Livre vai para: Yvonne Strahovski (“The Handmaid’s Tale”)
Quem provavelmente irá ganhar: Yvonne Strahovski (“The Handmaid’s Tale”)

Melhor Ator Coadjuvante Drama


David Harbour (“Stranger Things”)
Mandy Patinkin (“Homeland”)
Peter Dinklage (“Game of Thrones”)
Nikolaj Coster-Waldau (“Game of Thrones”)
Joseph Fiennes (“The Handmaid’s Tale”)
Matt Smith (“The Crown”)

Peter Dinklage já levou esse prêmio antes, e pode levar de novo apenas pela importância de “GOT”. Joseph Fiennes brilha como o Comandante Fred em “The Handmaid’s Tale” e nos faz sentir toda a raiva necessária pelo personagem. Matt Smith também está muito bem, se desvinculando da sua imagem de “Doctor Who” e se entregando totalmente ao Príncipe Philip. Ele e é um dos grandes destaques da 2ª temporada de “The Crown”. Mas, com certeza, o grande favorito é David Harbour pela sua carismática atuação como o Xerife Hopper de “Stranger Things”

A torcida do Prosa Livre vai para: Joseph Fiennes (The Handmaid’s Tale)
Quem provavelmente irá ganhar: David Harbour (Stranger Things)

Melhor Série de Comédia


“Atlanta”
“Black-ish”
“Silicon Valley”
“Unbreakable Kimmy Schmidt”
“The Marvelous Mrs. Maisel”
“Curb Your Enthusiasm”
“GLOW”
“Barry”

“Black-ish”, “Silicon Valley”, “Unbreakable Kimmy Schmidt” e “Curb Your Enthusiasm” têm chances praticamente nulas nessa categoria. “Barry” e “GLOW” foram elogiadíssimas em suas primeiras temporadas e podem acabar correndo por fora, mas provavelmente ainda não é o momento delas vencerem (inclusive, a 2ª temporada de “GLOW” é bem superior à primeira, que é a que está concorrendo). A disputa fica mesmo entre “Atlanta” e “The Marvelous Mrs. Maisel”. A primeira acerta em trazer uma trama inédita, inventiva e que brinca com os gêneros cinematográficos (teve até episódio de terror nessa temporada), além da representatividade negra e da popularidade atual de Donald Glover. “The Marvelous Mrs. Maisel” já ganhou alguns prêmios esse ano, como o Globo de Ouro, e vem agradando a crítica com uma trama divertida e carismática que fala sobre a representatividade e emancipação feminina, tema importante atualmente para a indústria televisiva e cinematográfica.

A torcida do Prosa Livre vai para: “Atlanta”
Quem provavelmente irá ganhar: “Atlanta”

Melhor Atriz em Série de Comédia


Pamela Adlon (“Better Things”)
Alison Janney (“Mom”)
Lily Tomlin (“Grace & Frankie”)
Tracee Ellis Ross (“Black-ish”)
Rachel Brosnahan (“The Marvelous Mrs. Maisel”)
Issa Rae (“Insecure”)

Alison Janney e Lily Tomlin já são veteranas maravilhosas e seus nomes podem pesar na disputa. Tracee Ellis Ross já ganhou o Globo de Ouro e outros prêmios por sua atuação em “Black-ish”, mas ainda não um Emmy. Issa Rae e Pamela Adlon são duas maravilhosas artistas que, além de protagonizarem suas séries, são as criadoras e roteiristas. Infelizmente, para Adlon pode pesar negativamente sua série estar associada a Louis C.K. (que era co-criador de “Better Things” junto com ela), o que é uma pena, já que a atriz é brilhante e a 2ª temporada de “Better Things” foi uma das melhores coisas na TV americana em 2017. A franca favorita nessa categoria é Rachel Brosnahan que faz com naturalidade as cenas de stand-up da série, além disso, a atriz é carismática, faz rir, nos encanta e faz torcer por Miriam Maisel

A torcida do Prosa Livre vai para: Rachel Brosnahan (“The Marvelous Mrs. Maisel”)
Quem provavelmente irá ganhar: Rachel Brosnahan (“The Marvelous Mrs. Maisel”)

Melhor Ator em Série de Comédia

Anthony Anderson (“Black-ish”)
Donald Glover (“Atlanta”)
William H. Macy (“Shameless”)
Larry David (“Curb Your Enthusiasm”)
Bill Hader (“Barry”)
Ted Danson (“The Good Place”)

Anthony Anderson, William H. Macy e Larry David têm pouquíssimas chances nessa categoria. Donald Glover desponta como o grande favorito, principalmente se pensarmos na sua atuação no episódio 6 da 2ª temporada de “Atlanta”: “Teddy Perkins”. Bill Harder também é elogiado pela crítica e pode conseguir levar esse Emmy para casa. Ver Ted Danson indicado dá uma alegria, mas também nos lembra que “The Good Place” merecia mais indicações ao Emmy. Quem sabe o ator consegue correr por fora e levar o prêmio para a série de comédia queridinha do momento?

A torcida do Prosa Livre vai para: Donald Glover (“Atlanta”)
Quem provavelmente irá ganhar: Donald Glover (“Atlanta”)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia


Kate McKinnon (“Saturday Night Live”)
Leslie Jones (“Saturday Night Live”)
Alex Borstein (“The Marvelous Mrs. Maisel”)
Megan Mullally (“Will and Grace”)
Zazie Beetz (“Atlanta”)
Betty Gilpin (“GLOW”)
Laurie Metcalf (“Roseanne”)
Aidy Bryant (“Saturday Night Live”)

“Saturday Night Live” geralmente acaba levando nas categorias de coadjuvantes de comédia, e não é à toa que aqui temos três atrizes do programa indicadas e Kate McKinnon levou o prêmio nos últimos dois anos. Laurie Metcalf provavelmente será prejudicada por toda a polêmica que rondou “Roseanne” (a série foi cancelada após a protagonista do programa fazer tweets racistas). Betty Gilpin é ótima, mas não é o melhor do elenco de “GLOW”. Zazie Beets é maravilhosa e se destaca bastante nos episódios “Helen” e “Champagne Papi” do 2º ano de “Atlanta”. Megan Mullally é considerada por muitos umas das melhores coisas de “Will and Grace”. Alexis Borstein brilha em “The Marvelous Mrs. Maisel” como uma mulher lésbica nos anos 50 e tem uma ótima química com a protagonista, Rachel Brosnahan.

A torcida do Prosa Livre vai para: Alexis Borstein (“The Marvelous Mrs. Maisel”)
Quem provavelmente irá ganhar: Kate McKinnon (“Saturday Night Live”)

Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia

Alec Baldwin (“Saturday Night Live”)
Louie Anderson (“Baskets”)
Tituss Burgess (“Unbreakable Kimmy Schmidt”)
Brian Tyree Henry (“Atlanta”)
Henry Winkler (“Barry”)
Tony Shalhoub (“The Marvelous Mrs. Maisel”)
Kenan Thompson (“Saturday Night Live”)

Louie Anderson já levou esse prêmio há dois ano, e, provavelmente, não levará de novo esse ano. Tituss Burgess é maravilhoso e merece muito levar um Emmy pelo seu papel em “Unbreakable Kimmy Schmidt”, mas é mais provável que isso aconteça ano que vem, quando a série estiver concorrendo por seus episódios finais. Brian Tyree Henry dá para seu Paper Boi várias camadas, conseguindo ser carismático e engraçado sem se esforçar muito para isso. Além disso, ele foi o grande destaque nos episódios “Barbershop” e “Woods” (só por esse último ele já mereceria o prêmio). Henry Winkler parece ser o grande favorito por sua atuação em ‘Barry”. Será que ele conseguirá vencer Alec Baldwin que levou o prêmio ano passado por sua imitação de Trump em “Saturday Night Live”?

A torcida do Prosa Livre vai para: Brian Tyree Henry (“Atlanta”)
Quem provavelmente irá ganhar: Henry Winkler (“Barry”)

Melhor Minissérie ou Série Limitada


“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”
“Godless”
“Patrick Melrose”
“The Alienist”
“Genius: Picasso”

Sem “Twin Peaks: The Returned” na disputa, essa categoria é uma das mais previsíveis e dará para a série de Ryan Murphy, “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”, o grande prêmio.

A torcida do Prosa Livre vai para: “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”
Quem provavelmente irá ganhar: “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”

Melhor Atriz em Série Limitada ou Telefilme


Jessica Biel (“The Sinner”)
Michelle Dockery (“Godless”)
Sarah Paulson (“American Horror Story: Cult’)
Edie Falco (“Law & Order True Crime: The Menendez Murders”)
Laura Dern (“The Tale”)
Regina King (“Seven Seconds”)

Essa talvez seja uma das categorias mais imprevisíveis, o que a torna muito interessante. Jessica Biel tem grandes chances de levar por sua interpretação de Cora, a mulher que não sabe por quais motivos matou um homem, na série “The Sinner”. Michelle Dockey já é elogiada e bem vista pela Academia desde a época de “Downton Abbey”. Sarah Paulson também é outra atriz bem queridinha dos votantes, apesar de suas chances esse ano serem baixas. Edie Falco também é outro nome conhecido, mas com poucas chances neste ano. Laura Dern pode ser considerada uma das favoritas ao lado de Jessica Biel, pois sua atuação no telefilme “The Tale” é forte e uma das melhores de sua carreira. Além disso, seria a chance da Academia premiar esse filme da HBO que vem sendo bastante elogiado. Mas Regina King também vem forte: a atriz entrega uma atuação emocionante em “Seven Seconds” e já ganhou anteriormente dois Emmys por sua atuação na antologia “American Crime”.

A torcida do Prosa Livre vai para: Laura Dern (“The Tale”)
Quem provavelmente irá ganhar: Laura Dern (“The Tale”)

Melhor Ator em Série Limitada ou Telefilme


Darren Criss (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)
Antonio Banderas (“Genius: Picasso”)
Benedict Cumberbatch (“Patrick Melrose”)
Jeff Daniels (“The Looming Tower”)
John Legend (“Jesus Christ Superstar”)
Jesse Plemons (“Black Mirror: USS Callister”)

Todos os atores aqui estão bem e mereceram suas indicações (principalmente Benedict Cumberbatch), mas essa é mais uma categoria óbvia. Não existe dúvida que o prêmio ficará com Darren Criss, que mostra que é um excelente ator e é a alma de “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”.

A torcida do Prosa Livre vai para: Darren Criss (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)
Quem provavelmente irá ganhar: Darren Criss (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Limitada ou Telefilme


Penelope Cruz (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)
Judith Light (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)
Merritt Wever (“Godless”)
Adina Porter (“American Horror Story: Cult”)
Letitia Wright (“Black Mirror: Black Museum”)
Sara Bareilles (“Jesus Christ Superstar”)

Muito provavelmente esta disputa ficará entre as duas atrizes de “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”. Judith Light aparece pouco, apenas em dois episódios da temporada, mas já é o suficiente para mostrar o quão boa é essa veterana atriz, que rouba a cena. Penelope Cruz tem um pouco mais de destaque que sua concorrente e tem um nome forte na indústria cinematográfica, o que pode fazê-la sair na frente pela disputa do prêmio de atriz coadjuvante.

A torcida do Prosa Livre vai para: Judith Light (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)
Quem provavelmente irá ganhar: Penelope Cruz (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)

Melhor Ator Coadjuvante em Série Limitada ou Telefilme

Godless

Jeff Daniels (“Godless”)
Brandon Victor Dixon (“Jesus Christ Superstar”)
Michael Stuhlbarg (“The Looming Tower”)
Edgar Ramírez (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)
Ricky Martin (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)
Finn Wittrock (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)
John Leguizamo (“Waco”)

Apesar de termos três atores de “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story” na disputa dessa categoria, provavelmente o prêmio ficará com Jeff Daniels por “Goodless” O veterano ator foi indicado em duas categorias esse ano, e além dessa, ele também aparece em Melhor Ator em Série Limitada ou Telefilme por “The Looming Tower”, mas aqui seria o melhor momento para a Academia premiar e homenagear esse ator que brilhou tanto esse ano.

A torcida do Prosa Livre vai para: Edgar Ramírez (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)
Quem provavelmente irá ganhar: Jeff Daniels (“Goodless”)

Esses são nossas apostas e favoritos, agora é tentar a sorte nos bolões e aguardar com a pipoca a premiação na segunda-feira!