GOL inclui mãe solteira e casal homossexual em comercial de Dia das Mães

GOL inclui mãe solteira e casal homossexual em comercial de Dia das Mães

O ‘Dia das Mães’ vem aí e as empresas já estão trabalhando a todo vapor com as propagandas para a data, uma das mais lucrativas no calendário. No entanto, mais do que vender, algumas delas estão preocupadas em transmitir uma bela mensagem. Na semana passada, a Hallmark, marca de cartões de felicitações, trouxe um comercial onde um filho trans falava sobre sua relação com a mãe, a pessoa com o melhor abraço do mundo para ele.

Ontem, 4 de maio, a GOL, companhia aérea, lançou em suas redes sociais uma série de vídeos, chamada “Entre tantos destinos, eles escolheram o amor”, com histórias de mães que viajaram e foram longe para adotar uma criança. E além de contar a história dessas mulheres, a empresa também contou o casal Rodrigo e Gilberto, que contaram como foi o processo de adoção do filho Paulo Henrique.

São três histórias diferentes: Rodrigo e Gilberto, que passaram por quase 1.200 quilômetros para chegarem até Paulo Henrique; João Eduardo e Celmara, pais de Silmara e Ana Carolina, que percorreram 3.350 quilômetros para chegar até as filhas; e Mônica, que viajou 2.500 quilômetros pela filha Mariane.

Três histórias de mães e pais, que foram longe para realizar o sonho da maternidade. E ao incluir um casal homossexual e uma mãe solteira, a GOL da visibilidade a esses tipos de famílias, que não estão incluídas no controverso Estatuto da Família, que só reconhece como família, uma entidade formada por homem, mulher e descendentes, o que levou a um tuitaço para o reconhecimento dos diversos tipos de família. Até um livro para crianças foi criado para ajudar os pequenos a entenderem e respeitarem outros tipos de famílias.

Ponto para a GOL, que mostra a verdadeira família: aquela onde o amor está.