Os indicados ao Globo de Ouro demonstram como Hollywood ainda é dominada por homens

Os indicados ao Globo de Ouro demonstram como Hollywood ainda é dominada por homens

Os indicados ao Globo de Ouro foram anunciados na segunda-feira (11), um dia depois do Critics’ Choice Awards, o que significa que a temporada de premiações em Hollywood está oficialmente aberta.

O Globo de Ouro, dado pela Associação de Imprensa Estrangeira em Hollywood aos melhores da televisão e do cinema, chegará à sua 74ª edição demonstrando como a indústria do entretenimento ainda é muito masculina.

CINEMA:

Pelo segundo ano consecutivo, apenas homens concorrerão na categoria de ‘direção’: Damien Chazelle, por “La La Land”; Tom Ford, por “Animais Noturnos”; Mel Gibson, por “Até o Último Homem”; Kenneth Lonergan, por “Manchester À Beira-Mar”; e Barry Jenkins, o único negro entre eles, por “Moonlight”. Ava DuVernay foi a última mulher a disputar na categoria, em 2015, e foi a primeira mulher negra a realizar tal feito.

Na categoria ‘roteiro’, também só há homens indicados: Damien Chazelle, Tom Ford, Barry Jenkins, Kenneth Lonergan, e Taylor Sheridan, este último por seu trabalho em “A Qualquer Custo”. Em 2016, Emma Donoghue concorreu por “O Quarto de Jack”, filme que venceu apenas na categoria ‘Melhor Atriz em Filme de Drama’, cujo prêmio foi dado à Brie Larson.

Indicados a ‘direção’ e ‘roteiro’

E os cinco filmes escolhidos para ‘drama’ giram em torno de um homem como personagem central: “Até o Último Homem”, “A Qualquer Custo”, “Lion – Uma Jornada Para Casa”, “Manchester À Beira-Mar” e “Moonlight”. Neste ano, quatro produções apresentavam mulheres protagonistas ou dividindo o protagonismo com homens: “Carol”, “O Quarto de Jack”, “Spotlight” e “Mad Max: Estrada da Fúria”.

Já entre os filmes de ‘comédia ou comédia’, as figuras melhoram. Três deles apresentam mulheres como protagonistas ou dividindo o protagonismo: “20th Century Woman”, “Florence: Quem é Essa Mulher?” e “La La Land”. Em 2016, também três filmes protagonizados por mulheres concorriam na categoria: “A Espiã Que Sabia de Menos”, “Descompensada” e “Joy: O Nome do Sucesso”.

Os artistas que concorrem em ‘Melhor Ator em Filme de Drama’ são: Casey Affleck, por “Manchester À Beira-Mar”; Joel Edgerton, por “Loving”; Andrew Garfield, por “Até o Último Homem”; Viggo Mortensen, por “Capitão Fantástico”; e Denzel Washington, por “Fences”. Desde 2013, há pelo menos um ator negro concorrendo na categoria.

E as mulheres que estão em ‘Melhor Atriz em Filme de Drama’ são: Amy Adams, por “A Chegada”; Jessica Chastain, por “Miss Sloane”; Isabelle Huppert, por “Elle”; Ruth Negga, por “Loving”; e Natalie Portman, por “Jackie”. A presença de Ruth Negga é um avanço em relação ao ano de 2016, quando nenhuma mulher de minoria étnica concorreu na categoria.

Indicadas e indicados a atriz e ator em ‘filme dramático’

Quando se trata dos protagonistas em ‘comédias ou musicais’, a lista dos indicados é excessivamente branca: Annette Bening (“20th Century Woman”); Lily Collins (“Rules Don’t Apply”); Hailee Steinfeld (“Quase 18”); Emma Stone (“La La Land”), Meryl Streep (“Florence: Quem É Essa Mulher”); Colin Farrell (“The Lobster”); Ryan Gosling (“La La Land”); Hugh Grant (“Florence”); Jonah Hill (“Cães de Guerra”); e Ryan Reynolds (“Deadpool”).

Já a lista dos artistas coadjuvantes em ‘comédia ou musicais’ é bem mais diversa, contando com 4 negros e um asiático: Naomi Harris (“Moonlight”; Nicole Kidman (“Lion”); Octavia Spencer (“Estrelas Além do Tempo”); Michelle Williams (“Manchester À Beira-Mar”); Viola Davis (“Fences”); Mahershala Ali (“Moonlight”); Jeff Bridges (“A Qualquer Custo”); Simon Helberg (“Florence”); Dev Patel (“Lion”); e Aaron Taylor-Johnson (“Animais Noturnos”).

Indicadas e indicados a atriz e ator ‘coadjuvantes’

Dentre os indicados a ‘filme estrangeiro’ (infelizmente, “Aquarius” ficou de fora), dois deles são dirigidos por mulheres: “Divines”, por Houda Benyamina, e “Toni Edrmann”, por Maren Ade.

TELEVISÃO:

A televisão demonstrou que é um espaço muito mais inclusivo do que o cinema, como já foi possível perceber durante o ano.

Dentre as séries escolhidas para a categoria ‘drama’, há produções lideradas por mulheres e negros: “Stranger Things”, “Game of Thrones”, “The Crown”, “This Is Us” e “Westworld”. As ‘comédias ou musicais’ também apresentaram diversidade: “Atlanta”, “Black-ish”, “Mozart in the Jungle”, “Transparent” e “Veep”. Quanto a ‘minisséries e filmes feitos para a TV’, estão: “American Crime”, “O Fiel Camareiro”, “The Night Manager” e “The People V. O.J. Simpson: American Crime Story”.

As indicadas a ‘atriz em minissérie ou filme para a TV’ apresentam diversidade em cor e idade: Ryley Keough, por “The Girlfriend Experience”; Sarah Paulson, por “The People V. O.J. Simpson: American Crime Story”; Charlotte Rampling, por “London Spy”; Kerry Washington, por “Confirmação”; e Felicity Huffman, por “American Crime”.

Também é possível notar diversidade entre os os homens indicados na mesma categoria: Riz Ahmed, por “The Night Of”; Bryan Cranston, por “Até o Fim”; Tom Hiddleston, por “The Night Manager”; John Turturro, por “The Night Of”; e Courtney B. Vance, por “The People V. O.J. Simpson: American Crime Story”.

Indicadas e indicados a ator e atriz em ‘minissérie e filme para TV’

Já entre as atrizes indicadas como protagonistas em ‘séries dramáticas’, há apenas mulheres brancas: Caitriona Balfe, por “Outlander”; Claire Foy, por “The Crown”; Keri Russell, por “The Americans”; Wynona Ryder, por “Stranger Things”; e Evan Rachel Wood, por “Westworld”.

Já na lista dos atores indicados na mesma categoria há pouca melhora, apenas Rami Malek, de “Mr. Robot” é de alguma minoria. Também foram escolhidos: Bob Odenkirk, de “Better Call Saul”; Matthew Rhys, de The Americans”; Liev Schreiber, de “Ron Donovan”; e Billy Bob Thorton, de “Goliath”.

Indicadas e indicados a atriz e ator em ‘séries dramáticas’

Na categoria de ‘séries de comédia ou musicais’, dos 10 artistas indicados, 6 são de minorias étnicas, sendo 4 negros e 2 latinos: Issa Rae, de “Insecure”; Tracee Ellis Ross, de “Black-ish”; Anthony Anderson, também por “Black-ish”; Donald Glover, de “Atlanta”; Gina Rodriguez, de “Jane The Virgin” e Gael García Bernal, de “Mozar in the Jungle”. Outros indicados são: Rachel Bloom, de “Ex-Girlfriend”; Julia Louis-Dreyfus, de “Veep”; Sarah Jessica Parker, de “Divorce”; Nick Nolte, de “Graves”; e Jeffrey Tambor, de “Transparent”.

Indicadas e indicados a atriz e ator em ‘séries de comédia ou musical’

Por fim, dentre os 10 indicados para ‘ator e atriz coadjuvante em série, minissérie ou filme para TV’, apenas 2 são negros, mas as idades são bem variadas: Olivia Colman, de “The Night Manager”; Lena Headey, de “Game of Thrones”; Chrissy Metz, de “This Is Us”; Mandy Moore, de “This Is Us”; Thandie Newton, de “Westworld”; Sterling K. Brown, de “The People V. O.J. Simpson: American Crime Story”; Hugh Laurie, de “The Night Manager”; John Lithgow, de “The Crown; Christian Slater, de “Mr. Robot”; e John Travolta, de “The People V. O.J. Simpson: American Crime Story.

Indicadas e indicados a atriz e ator coadjuvante em ‘série, minissérie e filme para TV’

A lista completa está no site do Globo de Ouro. A cerimônia de entrega dos prêmios será transmitida no dia 8 de janeiro.