Gina Rodriguez também luta contra a ansiedade – e não vai deixá-la vencer

Gina Rodriguez também luta contra a ansiedade – e não vai deixá-la vencer

Parte do trabalho de um ator é ficar confortável em frente às câmeras para poder desempenhar seu trabalho da melhor maneira possível. E Gina Rodriguez é ótima nisso, já que foi até reconhecida com um Globo de Ouro por seu papel em “Jane The Virgin”, mas a verdade é que ela nem sempre fica tranquila com uma câmera apontada pra ela.

No dia 26 de maio, a atriz compartilhou um curto vídeo em seu Instagram, que faz parte de um projeto do fotógrafo Anton Soggiu, no qual ela aparece sem maquiagem, com um boné e sorrindo. Em determinado momento, ela morde os lábios, no que parece um pequeno nervosismo. Na legenda do vídeo, ela admitiu que luta contra a ansiedade.

“Meu lindo amigo Anton Soggiu veio da Noruega me visitar e me incluiu em sua arte mágica”, ela escreveu. “Dez segundos de retratos. É sempre ótimo estar em frente às lentes dele, mas dessa vez era só eu. Nua e exposta nas ruas de Los Angeles. Sem maquiagem. Sem estilista. Apenas eu. Eu sofro com ansiedade. E, ao assistir esse clipe, eu pude ver o quão ansiosa eu estava, mas eu tenho empatia comigo mesma. Eu queria protegê-la e dizer a ela que está tudo bem ficar ansiosa, que não há nada diferente ou estranho em ter ansiedade, e que eu vou prevalecer. Eu gosto de assistir a esse vídeo. Ele me deixa desconfortável, mas há uma liberdade, talvez até uma aceitação. Essa sou eu. Pura Gina”.

É sempre ótimo que uma celebridade como Gina Rodriguez se manifeste sobre ter ansiedade, pois ajuda a romper com estigmas sobre doenças mentais, como o de que haveria ‘certos tipos de pessoas’ com esses transtornos, ou de que é impossível levar uma vida normal.

Aliás, a ansiedade é mais comum do que se imagina: segundo estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), 264 milhões de pessoas no mundo têm algum transtorno de ansiedade, enquanto somente no Brasil, são mais de 18 milhões de pessoas (9,3%).

A OMS ainda destacou ainda que transtornos de ansiedade são mais comuns entre mulheres do que em homens, mas é importante lembrar da dificuldade que homens têm para expressar o que sentem e procurar ajuda, o que acaba dificultando um diagnóstico preciso.

Ou seja, fica claro que transtornos de ansiedade podem afetar qualquer pessoa, desde uma celebridade como Gina Rodriguez, até um anônimo caminhando na rua. Caso não sejam tratados, esses distúrbios podem levar à paralisação da rotina e até o desenvolvimento de outras doenças.

Com esperança, o exemplo da atriz pode ajudar pessoas a procurar o tratamento que tanto precisam.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *