Gal Gadot revela que teve uma ‘ajudinha’ de Beyoncé para conseguir o papel de “Mulher-Maravilha”

Gal Gadot revela que teve uma ‘ajudinha’ de Beyoncé para conseguir o papel de “Mulher-Maravilha”

Quem imaginaria que Beyoncé poderia ter ajudado Gal Gadot a conseguir o papel de “Mulher-Maravilha”? É o que a atriz israelense contou à revista W, para a qual é capa e recheio da edição de maio.

A primeira vez que vimos a artista nos trajes da super-heroína da DC foi em “Batman Vs Superman”, mas ninguém podia nem imaginar que Queen Bey teria algo a ver com isso. É que antes de fazer uma audição para interpretar a personagem, Gal ouviu “Run the World (Girls)”, para sentir que era uma mulher poderosa. O que faz muito sentido, afinal, tanto a cantora quanto a “Mulher-Maravilha” são símbolos do girl power.

“Quando fiz a audição para ‘Batman Vs Superman’, eu não sabia que era para a ‘Mulher-Maravilha’. O diretor Zack Snyder me pediu para fazer um teste com câmera”, revelou Gadot. “Foi uma tortura. Eles tinham seis ou sete meninas, e todas nós estávamos em trailers separados. Disseram para que nós esperássemos dentro deles até sermos chamadas. Esperar é meu inimigo número 1. Eu estava enlouquecendo. Foi então que eu decidi ouvir Beyoncé. Quem manda no mundo? As garotas! Eu comecei a dançar e minha ansiedade foi embora. Obrigada, Beyoncé”.

O resto é história: ela conseguiu o papel da super-heroína, como sabemos, e no dia 1º de junho,  estreia o filme solo da personagem. Comandado por Patty Jenkins (“Monster: Desejo Assassino”), o longa é um dos poucos com um orçamento de US$ 100 milhões dirigido por uma mulher. Outras cineastas que realizaram o mesmo feito foram Kathryn Bigelow, com “K-19: The Widowmaker”, e Ava DuVernay, com o ainda inédito “Uma Dobra no Tempo”.

“Mulher-Maravilha” é a primeira produção cinematográfica de uma super-heroína em mais de 10 anos. Vale acrescentar: estamos falando de uma super-heroína com uma história de 75 anos e um símbolo, para muitas pessoas, de empoderamento feminino. Essa é uma grande e importante realização, mas que não impediu que Gal Gadot recebesse críticas na internet. E elas vieram pelo pior motivo possível.

“Porque meus peitos eram muito pequenos”, contou a atriz para a revista W. “Sim, esse foi um grande problema. A internet prestou muita atenção para esse lado importante da ‘Mulher-Maravilha'”.

Você provavelmente está revirando os olhos, assim como eu, em relação a essa informação, mas não é nada que tire o sono da atriz, que começará a divulgar o filme em breve. Na verdade, ela está animada que agora há uma super-heroína ganhando as telonas e inspirando o mundo.

“É muito importante, para mim, mostrar que as mulheres são ótimas, que elas podem seguir seus sonhos e fazer o que estão fazendo”, disse a atriz ao Cinema Blend, no ano passado. “Estou feliz em ter a oportunidade de mostrar o lado mais forte e empoderado das mulheres. E eu espero que as mulheres amem o filme, assim como os homens e as crianças”.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *