Fazer um cruzeiro não é tão impossível assim

Fazer um cruzeiro não é tão impossível assim

Se você me perguntar o que eu mais gosto de fazer, sem nem pestanejar, eu responderia: viajar. Ir para outra cidade, outro país, passear por pontos turísticos que eu só vejo em programas de TV, descobrir aquele ponto da cidade que não está nos guias e acabam marcando, conhecer pessoas, suas culturas… Se existe coisa melhor que isso, não me apresente, porque viajar é o que eu amo.

Nem sempre viajar é sinônimo de ter bastante dinheiro. Dá para viajar com pouco dinheiro ou até sem gastar nada. Até viajar de cruzeiro não é mais algo impossível de se fazer. Basta se planejar.

Viajar de cruzeiro ficou mais barato. Grande parte se deve ao aumento da renda da população e a possibilidade de parcelar a viagem em várias vezes. Um passeio como esse, que antes era reservado aos mais ricos, está bem mais acessível hoje em dia. Confira algumas dicas para você se planejar, aproveitar e economizar na sua viagem!

melhor epoca cruzeiroEntre os meses de dezembro e março é verão e a alta temporada dos navios. Nessa época do ano, há cruzeiros pelo Brasil e pelo hemisfério sul. No nosso inverno, é alta temporada no hemisfério norte, já que é verão por lá. Uma dica boa para quem quer economizar é se planejar com pelo menos um ano de antecedência. Quando fiz meu primeiro cruzeiro com minha mãe e meus irmãos, em março de 2010, ela comprou as passagens no ano anterior, parcelando em 10 vezes. Quando fomos viajar, já estava tudo pago. Se fossemos comprar durante a alta temporada, o preço estaria duas vezes mais caro.

cruzeiro

Vale ressaltar que ela achou as passagens no Mercado Livre. Nesse último cruzeiro que eu fiz com minha avó, ela comprou no ano passado na CVC e parcelou também. Ou seja, vasculhe as passagens na internet e vá em agências de viagens. Dá para achar ótimos preços! Se você planejar bem e comprar com um ano de antecedência, vai ver que o preço não assusta e ainda dá para parcelar. Quando chegar o dia da viagem, está tudo pago e é só aproveitar o passeio.

dinheiro cruzeiroDentro do navio, você não precisa se preocupar com dinheiro. Quando você faz o check-in para entrar nele, um cartão é entregue, e serve tanto para abrir a porta da sua cabine, quanto para registrar suas despesas. Se você cadastrar seu cartão de crédito (tem que ser internacional, independente se o cruzeiro for no Brasil ou não) antes da viagem, nem precisa se preocupar: vai tudo descontado direto nele.

Caso contrário, dentro do navio tudo é em dólar, mesmo que o cruzeiro for pela costa brasileira. Você paga tudo no último dia, quando atracarem no porto. O cartão é mais fácil, porque você não precisa pegar a fila que se forma na hora de ir embora. É tomar o café da manhã e ir para casa. Na noite anterior ao desembarque, você recebe um extrato de tudo que gastou.
Dica: quando for fechar o pacote, verifique o que ele inclui, porque bebidas alcoólicas e refrigerantes, geralmente, não estão inclusas e devem ser pagas à parte.

o que fazer cruzeiro

Quando você fecha o pacote, já sabe tudo o que o navio tem: restaurantes, piscina, jacuzzi, campo de mini-golfe, pista para corrida e etc. Se você estiver com família e crianças, dá uma checada se tem atividades para crianças. Geralmente, tem. E é coisa para os pequenos fazerem o dia todo, sempre com algum dos tripulantes supervisionando.

O cassino só abre à noite e a entrada de menores de 18 anos é proibida.

Processed with VSCOcam with c1 preset

Os navios possuem rede de internet wi-fi. É paga e é cobrada por minuto. Porém, confira na sua programação de bordo (fica dentro dos quartos, em geral, na penteadeira ou em cima da cama), se tem desconto em determinada hora do dia. No último que eu fui, a partir das 23h até às 6h, era metade do valor.

Dica preciosa: tire, pelo menos, um dia para ver o por do sol. Sério, vale muito a pena! Na programação de bordo tem os horários estimados para o nascer e por do sol. É surreal, é lindo e é imperdível. Um espetáculo da natureza.

LINDO!
Por do Sol L-I-N-D-O!

comida cruzeiro

Com todo o respeito ao pessoal que treina e cuida da alimentação: cruzeiro não é lugar de dieta. E, com certeza, comer é algo que você vai fazer o tempo todo! Como os navios diferem de tamanho, alguns tem mais, outros têm menos restaurantes, o que não quer dizer que não vai ter comida o tempo todo.

Café da manhã: O café da manhã abre cedo e termina perto das 11h. E tem de tudo que se possa imaginar: pão, ceral, ovo, bacon, bolo, frutas… Não tem como não comer bem! Afff…

café da manhã cruzeiro breakfast

Almoço e jantar: assim como no café da manhã, tem tudo quanto é coisa no almoço e na janta: salada, massa, carnes, hambúrgueres, doces aos montes. Dá para se esbaldar. No geral, tem o restaurante estilo “bandejão”, onde você se serve (meu preferido!), tem aquele onde você é servido, mas possui uma variedade um pouco menor do que escolher, e tem os restaurantes que são pagos.

Lanches: nos navios, geralmente, existe um café, onde café da manhã, almoço, lanches entre as refeições e jantar são servidos, perto da piscina. Vale a pena, principalmente entre as refeições.

passeios em terra cruzeiro

O cruzeiro oferece vários passeios para você fazer. Mas eles são pagos. Você compra o pacote deles e, quando chegar no destino, um ônibus te leva em todos os pontos turísticos da cidade. Quando o camareiro vai arrumar o quarto, ele deixa uma programação de bordo em cima da sua cama, falando sobre onde o navio está indo e o que fazer por lá. Entre pagar o passeio que o cruzeiro oferecia e comprar na hora o pacote turístico de alguma empresa quando chegamos aos portos, nós preferimos a segunda opção. Com exceção de Buenos Aires, nas outras cidades, nós fomos com uma van e um grupo de turistas e economizamos bem mais (pagamos tudo em reais, no navio era tudo em dólares). Eles pegam e te deixam no porto ao final do passeio. Veja o que é melhor para o seu bolso.

Eu publiquei aqui no blog uma lista de passeios super bacanas em Buenos Aires, Montevidéu e Punta del Este.

Como eu disse no começo do post, o negócio é se planejar com um ano de antecedência. Assim, a passagem não sai cara. E você ainda aproveita todas as mordomias do navio. Procure na internet, nas agências de viagem, nos sites das companhias…

Com certeza, você vai achar um preço bom e vai fazer uma viagem inesquecível. Uma companhia que eu recomendo muito é a Royal Caribbean (não é #ad). O serviço que eles oferecem é impecável. Vale a pena dar uma conferida no site deles.

Gostou das dicas? Então, que tal começar a planejar suas férias? Boa viagem! 😉

cruzeiro

Tags: