Façam suas apostas! O Oscar é hoje e o Prosa Livre comenta os principais indicados

22. fevereiro 2015 Cinema 1
Façam suas apostas! O Oscar é hoje e o Prosa Livre comenta os principais indicados

Depois de fazer um resumão sobre os oito indicados a Melhor Filme, o Prosa Livre agora comenta os indicados nas categorias principais e faz suas apostas para o Oscar 2015.

MELHOR FILME

Já comentamos os indicados no último post, mas é importante lembrar que, apesar de serem oito no total, o filme que ganha o prêmio geralmente é o que tem seu diretor indicado também. E a disputa sempre acaba ficando entre dois filmes, normalmente os que mais levaram prêmios em outros eventos, como o Globo de Ouro e o Bafta. Esse ano, a disputa está entre “Boyhood” e “Birdman”, com “O Grande Hotel Budapeste” correndo por fora.

É provável que “Birdman” leve, já que foi feito para isso (talvez só para isso). Nossa torcida do coração é para “O Grande Hotel Budapeste”, mas “Boyhood” é uma aposta mais coerente e acertada.

DIRETOR

A se julgar por outras premiações recentes, Richard Linklater (“Boyhood”) pode ser o grande vencedor, mas a disputa com Alejandro Gonzalez Iñarritu (“Birdman”) vai ser acirrada. A indicação de Morten Tyldum (“O Jogo da Imitação”) é preguiçosa, uma vez que o filme não traz nada de novo. Mas curiosa mesmo é a indicação de Bennett Miller, já que “Foxcatcher” não foi lembrado na categoria Melhor Filme.

Nossa torcida vai para o azarão Wes Anderson (“O Grande Hotel Budapeste”), mas se a disputa ficar mesmo entre os diretores de “Boyhood” e “Birdman”, que vença Linklater, pelo simples fato de a direção de Iñarritu parecer querer se provar demais.

ATRIZ

O trabalho de Julianne Moore em “Para Sempre Alice” só prova que a atriz é uma das mais interessantes e talentosas de sua geração, e não é por acaso que ela seja a favorita ao prêmio esse ano. As boas Marion Cotillard (“Dois Dias, Uma Noite”) e Reese Witherspoon (“Livre”) já ganharam antes, e talvez não levem nada esse ano.

Felicity Jones surpreende em “A Teoria de Tudo”, e não ofenderia ninguém se ganhasse o prêmio. Já Rosamund Pike (“Garota Exemplar”), apesar de boa, parece estar apenas ocupando o lugar que merecidamente seria de Amy Adams (“Grandes Olhos”), estranhamente esnobada pela Academia esse ano.

oscar 2015 apostas

ATOR

O favorito Michael Keaton pode levar o prêmio, apesar de não apresentar nada de excepcional em “Birdman”. Já que academia adora atores que se transformam visual e fisicamente, Eddie Redmayne (“A Teoria de Tudo”) também está cotado. Mais até que Steve Carell, que também está diferente em “Foxcatcher”.

Benedict Cumberbatch está bem em “O Jogo da Imitação”, e sua indicação já é por si só um reconhecimento. Diferente de Bradley Cooper (“Sniper Americano”), que prova outra vez convencer bastante em papeis dramáticos, e talvez merecesse uma chance esse ano.

ATRIZ E ATOR COADJUVANTES

O Oscar muitas vezes indica para prêmios de coadjuvante atores e atrizes que interpretam papéis centrais nos filmes, mas que não teriam força para disputar as categorias principais com outros nomes de peso. É o caso, esse ano, de Patricia Arquette, ótima em “Boyhood”. Ela disputa o prêmio com Meryl Streep (“Caminhos da Floresta”), Laura Dern (“Livre”) e Keira Knightley (“O Jogo da Imitação”). Uma boa surpresa é a indicação da querida Emma Stone (“Birdman”), mas a estatueta deve mesmo ir para Patricia Arquette.

Já na categoria de ator coadjuvante, Edward Norton deveria ganhar, já que sua atuação é a mais interessante em “Birdman”. Mais até que a do protagonista. Mas o prêmio deve mesmo ir para J.K. Simmons (“Whiplash”), e não deixa de ser merecido. Ethan Hawke (“Boyhood”) e Mark Ruffalo (“Foxcatcher”) correm por fora, e o veterano Robert Duvall (“The Judge”) vai mesmo só enfeitar a plateia.

Da esquerda para a direita: Edward Norton, J.K. Simmons, Emma Stone e Patricia Arquette

ROTEIRO

É bastante coerente a Academia dividir os prêmios de roteiro para melhor roteiro original e melhor roteiro adaptado. O de roteiro original, historicamente, vai sempre pro filme mais legal do ano (na opinião deste humilde colaborador).

Então, a aposta óbvia é em “O Grande Hotel Budapeste”. Apesar de os favoritos “Birdman” e “Boyhood” também concorrerem na categoria. Roteiro adaptado deve ir para “A Teoria de Tudo”, mesmo com o grande Paul Thomas Anderson, esquecido nas outras categorias, concorrendo com seu roteiro de “Vício Inerente”.

OUTRAS CATEGORIAS

Filme estrangeiro tem fortes candidatos, como “Ida” (Polônia), “Leviatã” (Rússia) e “Relatos Selvagens” (Argentina).

E já que a Disney veio com um candidato fraco esse ano (“Operação Big Hero”), a melhor animação deve ficar com “Como Treinar Seu Dragão 2”.

O favorito a melhor Documentário é certamente “Citizenfour”, que venceu quase todos os prêmios aos quais foi indicado.

As estatuetas das categorias técnicas devem ir tanto para os favoritos aos prêmios principais, quanto para os que só foram lembrados nessas categorias. Direção de Arte, Maquiagem e Figurino devem merecidamente ir para “O Grande Hotel Budapeste”.

Da esquerda para a direita: Interestelar, Ida, Como Treinar Seu Dragão 2 e Citizenfour

Fotografia deve ir para “Birdman”, e Montagem para “Boyhood” – nada mais óbvio e coerente. Já o injustamente esnobado “Interestelar” pode levar ao menos Efeitos Visuais e Edição e Mixagem de Som, embora merecesse também o de melhor trilha sonora. A canção original deve ser “Glory” (John Legend/Common), composta para o filme “Selma”.

A cerimônia de entrega do Oscar 2015 é nesse domingo, 22 de fevereiro, às 21h30. E o Prosa Livre vai fazer uma cobertura ao vivo da premiação, comentando (e as vezes reclamando) os prêmios e os melhores momentos da noite pelo nosso Twitter. Então, fiquem ligados!

Tags: