Eminem, já chega de violência contra a mulher

21. novembro 2014 POP 1
Eminem, já chega de violência contra a mulher

Eminem é um rapper conhecido por não ter meias palavras. Desde o começo da carreira, o cantor americano faz polêmica com sua música. E agora não foi diferente: Eminem mostra que ainda pode ser muito misógino.

O rapper está prestes a lançar um novo álbum, em comemoração aos quinze anos da gravadora fundada por ele, a ‘Shady Records’. No entanto, o disco vazou na internet. Na música, ‘Vegas’, Eminem divide os vocais com o duo Bad Meets Evil, e cita Nicky Minaj, além de dizer que vai estuprar a rapper australiana Iggy Azalea.

“A não ser que você seja Nicki, te agarrarei pela cintura, vamos esquiar. Então o que vai ser? Larga essa merda Iggy. Você não vai querer assoprar esse apito de estupro comigo”

Na semana passada, Eminem já havia entrado em polêmica ao sair em um vídeo de divulgação de seu novo álbum, onde canta querer bater na cantora Lana del Rey.

“Vadia, eu vou socar a Lana Del Rey bem no rosto duas vezes, que nem o Ray Rice em plena luz do dia, bem à vista da câmera de segurança do elevador, até ela bater a cabeça no corrimão. Depois celebrarei com os Ravens”

Qual o motivo do ódio de Eminem por Iggy Azalea e Lana del Rey? Difícil dizer. Ambas são cantoras que vêm se destacando no cenário musical. Talvez ele esteja se sentindo ameaçado? Especialmente por Azalea, que também canta rap? Não dá para dizer com certeza. No entanto, sua misoginia é mais do que certa.

No Twitter, Iggy comentou sobre o ocorrido, dando uma resposta que Eminem (e muitos homens) não vai esquecer:

“Estou cansada de homens mais velhos tratarem mulheres mais novas como entretenimento e mais interessada nelas ganhando dinheiro. zzzz”

“É especialmente estranho, porque meu irmão de 14 anos é o maior fã do Eminem e agora o artista que ele admirava diz que quer me estuprar. Legal!”

“De qualquer forma, mulheres na música possuem muito mais culhões e aguentamos muito mais assédio e críticas. Bom dia! Indo às câmeras para o AMA”.

tumblr_n4ljinTTZN1qhd8sao1_500

Eminem é ainda pai de 3 meninas. Enquanto há um esforço para mudar essa cultura de estupro e violência contra a mulher; com certeza, o exemplo de homem para as garotas é o pior possível. Aqui vemos o quanto o feminismo é necessário e a importância de identificarmos o machismo, denunciá-lo e desconstruí-lo.

Devemos lembrar que Eminem já fez outras declarações misóginas em suas músicas sobre Amy Winehouse, Britney Spears, Mariah Carey, Christina Aguilera e Kim Kardashian, como lembra o Daily Mail. Ainda segundo o jornal, o novo álbum do rapper cita ainda a cantora Kesha. Misoginia pouca é bobagem para o cantor, que já fez canções sobre matar sua ex-esposa, Kim Mathers, além de ter sido processado pela própria mãe, Deborah R. “Debbie” Nelson.

Tags: