Diversidade na tela da TV: Treinadora Beiste, em “Glee”, será transgênero

05. fevereiro 2015 Televisão 4
Diversidade na tela da TV: Treinadora Beiste, em “Glee”, será transgênero

“Glee” foi, ao longo de suas temporadas, um exemplo de seriado inclusivo. Desde 2009, personagens representando a comunidade LGBTTQ entram e saem da série, o que ajudou a dar visibilidade às pautas de uma minoria que vem ganhando força com o passar dos anos.

Enquanto “Glee” está em sua sexta e última temporada, uma surpresa vem por aí:  a treinadora de futebol americano, Beiste, será um homem transgênero. E a revista People possui a primeira imagem da atriz que dá vida à personagem, Dot-Marie Jones, caracterizada como homem.

treinadora beiste transgênero

Dot-Marie Jones revelou à publicação ter ficado apreensiva ao saber que sua personagem seria transgênero. No entanto, sua preocupação não tinha a ver com preconceito.

“Eu não queria desapontar meninas que são hétero e tomboys (meninas com comportamento socialmente considerados masculinos) que se viam representadas na minha personagem nas últimas 4 temporadas. Mas quando recebi o roteiro, foi meio que ‘Meu Deus! Isso é incrível.'”

No dia 16 de janeiro, durante o terceiro episódio da atual temporada, a treinadora Beiste revelou que se submeteria ao processo de transformação de mulher para homem. Em conversa franca com Sam (Chord Overstreet) e Sue (Jane Lynch), a personagem revela que “nunca sentiu que seu corpo correspondia a quem ela era por dentro”.

“Eu nunca senti que meu corpo correspondia a quem eu era por dentro. Não odeio ser mulher e não me arrependo pelas coisas que passei, porque elas fizeram de mim a pessoa que sou hoje – uma pessoa forte o suficiente para passar por essa transição”.

É a segunda vez que a série insere um personagem trans entre os alunos. Durante a quarta temporada acompanhamos a dificuldade de Unique, uma menina trans, em ter sua identidade de gênero aceita no colégio.

A inclusão de um personagem transgênero em “Glee” vem após a visibilidade que a comunidade trans tem recebido com as atrizes Laverne Cox, de Orange Is The New Black, e Alexandra Billings, do seriado “Transparent”, que levou um prêmio no Globo de Ouro deste ano, além da transformação que Bruce Jenner, ex-padrasto das Kardashians, vem passado recentemente.

Como a televisão ainda é a forma como a maioria das pessoas se informam, a inclusão de personagens trans ajuda a criar um entendimento sobre essas pessoas, além de desconstruir antigos estigmas que marcam essa comunidade.

A transformação da treinadora Beiste vai ao ar no dia 13 de fevereiro, nos Estados Unidos. Muito bem feito, “Glee”!

tumblr_mb6u9pkUBv1r8kc1x