Cara Delevingne reclama de machismo nos filmes de super-heróis

29. junho 2015 Cinema 0
Cara Delevingne reclama de machismo nos filmes de super-heróis

Além de viver Margo Roth Spiegelman na adaptação cinematográfica do livro “Cidades de Papel”, escrito por John Green, Cara Delevingne também estará chutando traseiros no longa “Esquadrão Suicida”, onde interpretará a personagem Magia. E mesmo fazendo parte de um filme de super-heróis, ela pensa como a gente, e vê machismo nas produções desse tipo. “São totalmente machistas”, afirmou Cara à revista Empire.

“Há apenas três garotas [em “Esquadrão Suicida”], mas, na minha opinião, são os melhores papéis. Contudo, em geral, filmes de super-heróis são totalmente machistas”, comentou a atriz e modelo à publicação.

E Cara Delevingne tem razão. Não é de hoje que existem reclamações sobre a falta de representatividade feminina nos filmes de super-heróis – ou na indústria cinematográfica como um todo -, algo que a Marvel e a DC parecem começar a explorar agora, com os futuros lançamentos de “Capitã Marvel” e “Mulher Maravilha”. Já a Viúva Negra, apesar de muitos pedidos, ainda não terá um filme para chamar de seu, somente na paródia do humorístico SNL.

E até sobre a presença delas na salvação do planeta, Cara possui uma crítica. “As heroínas, normalmente, estão nuas ou em biquínis. Ninguém seria capaz de lutar desse jeito. Como a ‘Mulher Maravilha’ consegue lutar? Ela morreria em um minuto”. De fato, mulheres não estão ali para serem objetos decorativos, presentes apenas para o deleite do público masculino.

Segundo o “The Guardian“, a declaração da atriz gerou um desconforto na DC, já que “Esquadrão Suicida” faz parte da empresa, assim como a “Mulher Maravilha”, que fará uma participação no filme “Batman v Superman: A Origem da Justiça”.

No entanto, a reclamação da atriz é muito pertinente, numa indústria que pouco investe em produções protagonizadas por mulheres, ainda mais quando pensamos em filmes centrados em super-heroínas.

“Esquadrão Suicida” chega aos cinemas dos Estados Unidos em agosto de 2016. Além de Cara Delevingne, Will Smith, Jared Leto, Margot Robbie e Viola Davis.